Publicidade

Notícias de saúde

Ex-líder da Zâmbia Pede Uso da Bíblia na Luta Contra Aids

05 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). O ex-presidente da Zâmbia Kenneth Kaunda pediu na quinta-feira que os líderes africanos promovessem os Dez Mandamentos da Bíblia e o uso de preservativos como modos de combater a Aids, segundo ele, uma assassina impiedosa que não conhece fronteiras.

Kaunda, 76, que liderou a Zâmbia por 27 anos a partir da independência do país, em 1964, afirmou à Reuters que a África poderia deter o avanço da Aids levando as campanhas de prevenção para áreas rurais remotas e lutando contra "o muro de silêncio em torno da epidemia".

"Muitas famílias na África são cristãs. Os líderes africanos devem ensinar os Dez Mandamentos para elas. Elas devem amar seus vizinhos e não devem praticar adultério", afirmou o ex-presidente em uma entrevista.

"Se você ama seu vizinho, não pode ofender a mulher ou a filha dele e não irá invejar sua vaca. Esse é um princípio básico que milhões de pessoas em todo o mundo recusam-se a compreender. Mas isso poderia salvar vidas", afirmou Kaunda.

Um de cada cinco zambianos adultos estão contaminados com o HIV, vírus causador da Aids. O governo colocou a doença no topo de sua lista de prioridades.

"Tenho de apelar para nossos líderes a fim de que usem camisinha. Mesmo dentro das famílias, as camisinhas podem ser usadas para o controle de natalidade", disse Kaunda.

"Sexo casual e de risco não deve ser encorajado porque as camisinhas oferecem proteção", afirmou.

O ex-presidente fundou a Fundação Kenneth Kaunda para Crianças da África, que participa da luta contra a Aids e que busca ajudar órfãos da doença, crianças cujos pais morreram em consequência da enfermidade.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: