Publicidade

Notícias de saúde

Educação é Principal Arma Contra Transmissão Vertical da Aids

Por Clifford Coonan

BERLIM (Reuters) - Enquanto não for descoberta uma cura da Aids, a educação de mães sobre como não transmitir a doença a seus filhos será a principal forma de evitar sua disseminação, afirmou a diretora-executiva do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) esta semana.

"Acreditamos ardentemente que, até que uma cura seja descoberta, a melhor cura será a educação", disse Carol Bellamy, diretora-executiva do Unicef, em entrevista à Reuters.

Dos 5 milhões de pessoas infectadas com HIV a cada ano, cerca de 600.000 são contaminadas através de transmissão de mãe para filho, normalmente no próprio parto, afirmou Bellamy, durante o lançamento de um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a epidemia da Aids, em Berlim.

O Unicef vem trabalhando em conjunto com organizações não-governamentais (ONGs) para desenvolver projetos piloto direcionados ao problema da transmissão de mãe para filho.

"Estamos nos concentrando particularmente na prevenção através de aconselhamento, treinamento e obtenção de mais informações entre pessoas", afirmou Bellamy.

O Unicef é uma das sete organizações que formam o Unaids, programa de Aids das Nações Unidas que publicou o relatório.

De acordo com o relatório, a doença infectou 36 milhões de pessoas em todo o mundo, incluindo 5,3 milhões de novos casos este ano, número 50 por cento maior do que especialistas médicos prognosticaram há uma década. No entanto, houve certa estabilização.

O Unicef não quer prejudicar anos de trabalho na promoção da amamentação em países em desenvolvimento ao espalhar pânico entre as mães de que a Aids pode ser causada pelo aleitamento materno.

"As estatísticas para as áreas mais atingidas são de que um terço das mães deve estar infectado. Destas, um terço deve transmitir (o vírus) a seu filho. E um terço deste terço deve estar amamentando", disse Bellamy.

Para evitar que mulheres em países em desenvolvimento deixem de amamentar, um sistema de testes deve ser introduzido, mas Bellamy disse que este sistema pode enfrentar barreiras em muitos países sem tradição na realização de testes.

Uma iniciativa de sucesso vem da Tailândia, onde a política de educação e testes está começando a dar frutos.

"A Tailândia atingiu um impacto nas zonas rural e urbana em termos de redução das transmissões e, provavelmente, com o maior sucesso", afirmou Bellamy, acrescentando que também há sinais de que o programa está funcionando em Botsuana e Ruanda.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: