Publicidade

Notícias de saúde

Vitaminas Podem Proteger Contra Catarata

NOVA YORK (Reuters Health) - Com o número crescente de idosos norte-americanos, a incidência de catarata deve triplicar nos próximos 50 anos, segundo pesquisadores. Mas descobertas de um estudo recente sugerem que o risco do problema associado à idade pode ser reduzido com a ingestão de uma pílula multivitamínica diária por dez anos ou mais.

"Existe evidência de que certos componentes da dieta, como vitaminas e minerais envolvidos na proteção contra o estresse oxidativo, podem ter um papel para retardar o desenvolvimento da catarata", afirmam os pesquisadores na edição de novembro de Archives of Ophtalmology. Com o problema, as lentes do olho ficam embaçadas, prejudicando a visão.

"Estes dados vêm se juntar a um corpo de evidência sugerindo um menor risco de catarata entre usuários de suplementos vitamínicos e associações mais fortes com o uso a longo prazo", segundo Julie A. Mares-Perlman, da Escola de Medicina Madison, da Universidade de Winsconsin, e sua equipe.

No entanto, não se conhecem os nutrientes específicos que podem ser responsáveis pelo efeito protetor. Além disso, não se sabe ainda se fatores que fazem parte do estilo de vida das pessoas são responsáveis. Por exemplo, é possível que usuários de vitaminas possam levar vidas mais saudáveis no geral, o que pode reduzir seu risco de cataratas.

No estudo, Mares-Perlman e sua equipe analisaram dados de mais de 3.000 pessoas entre 43 e 86 anos.

Pessoas que tomaram um multivitamínico ou um suplemento que continha vitamina C ou E por mais de dez anos apresentaram um risco 60 por cento menor de desenvolver catarata, apesar de outros fatores de risco.

Por exemplo, a relações entre o uso de suplemento a longo prazo e o menor risco de catarata permaneceu, apesar de fatores como fumo, uso de álcool, diabete, idade, peso e atividade física.

O estudo indica também que tomar multivitamínicos ou suplementos por menos de dez anos não parecia diminuir o risco de desenvolver catarata.

Em outras descobertas, pessoas que tomaram pílulas de vitaminas tendiam a ser mulheres, ser fisicamente ativas e ter peso corporal mais saudável.

O consumo de frutas e legumes, que contêm muitos compostos potencialmente protetores além de vitaminas e minerais, era maior entre pessoas que tomavam suplementos.

Os pesquisadores destacam que os riscos potenciais à saúde de tomar altas doses de vitaminas ou minerais ainda não são conhecidos.

"Por essa razão, apesar da crescente evidência de que o uso de suplementos pode proteger contra cataratas, as recomendações para tomar altas doses de nutrientes antioxidantes não são garantidas neste momento", afirmam Mares-Perlman e sua equipe.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: