Publicidade

Notícias de saúde

Vítimas de Ebola Chegam a 68 em Uganda, Diz OMS

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou na sexta-feira que 68 das 191 pessoas contaminadas pelo vírus Ebola no norte de Uganda haviam morrido.

Segundo um porta-voz do órgão, entre as vítimas fatais há uma enfermeira contaminada pelo contato com os pacientes.

Na segunda-feira, o número de mortos era de 55. A OMS afirma que a epidemia deve durar dois ou três meses e que espera um aumento no número de casos.

Não há cura conhecida para a febre hemorrágica, que se alastra por meio do contato humano e provoca intenso sangramento interno. Segundo a OMS, o período de incubação varia de dois a 21 dias.

A origem exata do vírus e os motivos e modos pelos quais ele surge são desconhecidos. Os sintomas incluem o aparecimento repentino de febre, fraqueza, dor de cabeça, dores musculares e abdominais e dor de garganta, seguidos de vômito, diarréia e sangramento interno e externo.

Antes da epidemia na Província de Gulu, norte de Uganda, a OMS diz que o Ebola havia matado 793 pessoas dos cerca de 1.100 casos de contaminação registrados.

A doença foi detectada pela primeira vez em 1976, na República Democrática do Congo, onde matou 270 pessoas. Em 1995, o Ebola levou à morte 245 pessoas na cidade congolesa de Kikwit.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: