Publicidade

Notícias de saúde

Aumenta Risco de Doença da Vaca Louca Fora da G.Bretanha

Por Richard Woodman

LONDRES (Reuters Health) - O Comitê de Acompanhamento da Encefalopatia Espongiforme da Grã Bretanha manifestou preocupação que doenças causadas por prions, como a encefalopatia bovina espongiforme (BSE) e a nova variante da doença de Creutzfeldt-Jacob (nvCJD), possam ser transmitidas em países que não adotaram medidas de controle tão rígidas quanto as da Grã Bretanha.

Em um documento divulgado quinta-feira, o Comitê mencionou uma pesquisa recente mostrando que camundongos sem sintomas de infecção por prions são capazes de transmitir doenças para outros animais.

A experiência não causou maiores preocupações na saúde pública britânica, onde as medidas de controle levam em conta a possibilidade de o gado assintomático estar incubando a BSE.

"O Comitê ficou preocupado, porém, com as possíveis implicações da infecção sem sintomas para países onde a BSE existe, mas as medidas de controle não são tão severas quanto as britânicas", informou o documento.

Harriet Kimbell, representante da Associação de Consumidores no comitê, disse em entrevista coletiva em Londres que é mais seguro comer carne na Inglaterra que na França, apesar de haver menos casos de BSE na França do que na Grã Bretanha.

No último encontro do comitê, especialistas avaliaram as descobertas dos pesquisadores do Instituto de Saúde Animal mostrando que a BSE pode ser transmitida entre ovelhas por meio de transfusão de sangue.

Essa pesquisa, porém, ainda se encontra em seus estágios iniciais e a transmissão ficou restrita a uma ovelha apenas. Por enquanto, o comitê não vê necessidade de adotar medidas de controle adicionais para garantir a segurança de alimentos, de sangue humano ou de hemoderivados.

O comitê também analisou os casos suspeitos de BSE em ovelhas nos Estados Unidos, mas ressaltou que uma missão da União Européia concluiu recentemente que não havia razão para confirmar essas informações.

Os membros do comitê enfatizaram a importância de realizar vistorias nos abatedouros para monitorar eventuais alterações na prevalência de scrapie (distúrbio degenerativo do sistema nervoso central de ovinos e caprinos) entre as ovelhas abatidas na Grã Bretanha.

Acredita-se que o surto de BSE na Grã-Bretanha tenha começado depois que carne e ossos de carneiros infectados tenham sido reprocessados para servir de ração para o gado bovino. Os conselheiros também recomendam que, a partir de 2001, os cérebros de bovinos abatidos sejam examinados para verificar se a proibição do uso dessas rações vem sendo cumprida.

De acordo com os especialistas, a implementação de rigorosas medidas de higiene e descontaminação foram fundamentais para a redução dos risco teórico de transmissão pessoa a pessoa da nova variante do CJD por instrumentos cirúrgicos.

O trabalho informou que esse risco provavelmente seria maior em cirurgias que envolvem o sistema nervoso central.

"É aconselhável que, em operações mais simples, como a da extração de amígdalas, se reduza ao mínimo possível o número de instrumentos cirúrgicos utilizados."

Até agora houve 84 casos confirmados ou prováveis do mal de Creutzfeldt-Jacob (nvCJD) na Grã Bretanha e apenas sete pessoas ainda estão vivas.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: