Publicidade

Notícias de saúde

Médicos devem se atentar ao que postam em redes sociais

18 de maio de 2017 (Bibliomed). Médicos jovens muitas vezes têm algum tipo de conteúdo não profissional ou ofensivo em seus perfis do Facebook, de acordo com um estudo publicado on-line em nove de abril na revista BJU Internacional.

Investigadores americanos consultaram 281 médicos que se formaram em programas de residência de urologia nos Estados Unidos em 2015. Os investigadores descobriram que 72% tinham um perfil do Facebook identificável pelo público em geral. Em seguida, os pesquisadores procuraram conteúdo considerado não profissional, ou que fosse pelo menos potencialmente ofensivo.

A equipe encontrou esse conteúdo em 40% dos perfis. O conteúdo não profissional incluía imagens ou referências a embriaguez, uso de drogas ou comportamento ilegal. Também incluiu postagens que divulgaram informações protegidas de pacientes. Um post mostrou um raio-X onde o nome do paciente era visível; outros deram detalhes suficientes para que o paciente poderia ser identificado: por exemplo, descrever as complicações que aconteceram durante a cirurgia em uma data específica.

Segundo os autores, seria necessária uma maior conscientização das identidades on-line dos formandos.

Fonte: BJU International. DOI: 10.1111/bju.13846.

Copyright © 2017 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: