Publicidade

Notícias de saúde

Ioga pode ser útil na recuperação após um câncer de mama

20 de fevereiro de 2014 (Bibliomed). Um estudo recente da American Society of Clinical Oncology avaliou o impacto da ioga sobre a inflamação, humor e fadiga. Tratou-se de um estudo randomizado controlado de 3 meses realizado com duas avaliações pós-tratamento de 200 sobreviventes de câncer de mama, sendo que as pacientes foram atribuídas à realização de ioga por 12 semanas, ou para um grupo de controle de lista de espera.

Imediatamente após o tratamento, a fadiga não foi menor mas a vitalidade foi maior no grupo de ioga em comparação com o grupo controle. Aos 3 meses de pós-tratamento, a fadiga era menor no grupo ioga, a vitalidade foi maior e os níveis de marcadores de inflamação foram menores para os participantes da ioga comparado com o grupo de controle. Os grupos não diferiram em depressão em qualquer tempo.

Sabe-se que a  inflamação crônica pode levar a declínios na função física, com consequente fragilidade e incapacidade. Se a ioga atenua ou limita tanto o cansaço e a inflamação, a prática regular desse exercício pode trazer benefícios substanciais à saúde nestas pacientes.

Fonte: American Society of Clinical Oncology; janeiro 2014.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: