Publicidade

Artigos de saúde

Desenvolvimento Sustentável

© Equipe editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- Introdução
- O problema
- Aspectos Prioritários
- Como Atingir o Desenvolvimento Sustentável?
- O que é Consumo Sustentável?
- Sugestões para o Desenvolvimento Sustentável
- Dia Mundial Sem Carro
- Referências Bibliográficas

Introdução

Segundo a ONU, se todos os indivíduos da Terra mantivessem um padrão de consumo como o dos norte-americanos, seriam necessários mais 2,5 planetas como o nosso para o fornecimento dos recursos necessários. Essa informação enfatiza a triste realidade de que estamos usando muito mais os recursos naturais do que o meio-ambiente consegue repor. Se esse ritmo for mantido, em pouco tempo não existirá água e energia suficiente para atender às nossas necessidades. Acredita-se que, no futuro, os grandes conflitos serão devidos à disputa por bens naturais.

O desenvolvimento sustentável é um conceito que foi criado em 1983 pela Comissão Mundial de Meio-Ambiente e Desenvolvimento, e significa “atender às necessidades da atual geração, sem comprometer a capacidade de as futuras gerações atenderem às suas próprias demandas”. Ou seja, utilizar os recursos naturais mantendo o respeito ao próximo e ao meio-ambiente. É aquele desenvolvimento que não leva ao esgotamento dos recursos, combinando crescimento e preservação.

O problema

O modelo convencional de crescimento econômico, adotado há várias décadas e imposto até os dias de hoje, levou ao desenvolvimento de graves desequilíbrios. Por um lado, observamos ao aumento progressivo da riqueza e disponibilização de produtos em todo o mundo; no entanto, paralelamente a isso, assistimos ao crescimento da miséria, da degradação ambiental e da poluição. Diante disso, propõe-se a idéia do desenvolvimento sustentável, buscando a conciliação entre o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental, bem como a redução da pobreza no mundo.

O desenvolvimento sustentável nada mais é do que um conjunto de medidas com o objetivo de garantir um desenvolvimento em harmonia com as limitações do planeta, sem destruição do mesmo, fazendo com que as gerações futuras possam viver bem.

Para que consigamos atingir esse objetivo, precisamos entender a proteção do meio-ambiente como parte importante no processo de desenvolvimento e não um componente isolado. Aqui entra uma diferenciação importante entre crescimento e desenvolvimento. No primeiro caso, não se garante a igualdade e justiça social, pois o único fator levado em consideração é o acúmulo de riquezas, concentrando-se nas mãos de uma minoria. Já o desenvolvimento incluiu a preocupação com a geração de riquezas e sua distribuição de maneira mais igualitária, com melhoria da qualidade de vida de toda a população.

Aspectos Prioritários

O conceito de desenvolvimento sustentável inclui seis metas principais:

  • Satisfazer as necessidades básicas da população
  • Ser solidário com as gerações futuras
  • Participação da população em todas as fases dos processos
  • Preservação dos recursos naturais
  • Criação de um sistema social que garanta emprego, segurança e respeito a todos
  • Efetivação de programas educativos

Vale ressaltar que a educação ambiental é um fator de extrema importante, pois representa a maneira mais direta e funcional para se atingir a meta de participação da população.

Como Atingir o Desenvolvimento Sustentável?

O primeiro passo é o reconhecimento de que os recursos naturais não são infinitos. Com isso, fazer uso dos mesmos com critério e planejamento, de forma a preservá-los para as gerações futuras. A partir desse entendimento, cria-se um plano de desenvolvimento econômico para a humanidade.

O desenvolvimento sustentável tem ligação direta à qualidade, em oposição à quantidade, com redução do consumo de matérias-primas e produtos. Isso implica em mudanças nos padrões de consumo e do nível de conscientização.

O que é Consumo Sustentável?

Representa um novo padrão de consumo que garante não apenas a satisfação das gerações atuais, como também das futuras. Ou seja, opta-se pelo consumo de bens produzidos com tecnologias e materiais menos ofensivos ao meio-ambiente, emprego mais racional dos bens de consumo, evitando-se o desperdício e o excesso. Após o consumo, cuida-se para que não ocorram danos ao meio-ambiente.

Adota-se a prática dos três R’s:

  • Redução: evitar adquirir produtos desnecessários
  • Reutilização: reaproveitamento de embalagens, plásticos e vidros
  • Reciclagem: separar o que pode ser transformado em outros produtos

Sugestões para o Desenvolvimento Sustentável

  • Combater o desmatamento ilegal de matas e florestas
  • Combater a ocupação irregular de regiões de mananciais
  • Coleta seletiva do lixo
  • Reciclagem de produtos como papel, alumínio, plástico, vidro e outros
  • Tratamento de esgoto para que não seja jogado em rios, lagos, córregos e mares
  • Manutenção e preservação dos ecossistemas
  • Criação de áreas verdes nos centros urbanos
  • Incentivar o transporte solidário
  • Uso sem desperdício dos recursos naturais
  • Utilização de técnicas agrícolas que não prejudicam o solo
  • Substituição gradual dos meios de transporte de individuais para coletivos
  • Criação de sistemas urbanos que permitam o uso da bicicleta como meio de transporte
  • Descarte de baterias de celulares e outros equipamentos em locais especializados
  • Produção de energia a partir de fontes não poluentes
  • Substituição das sacolas plásticas por sacolas de papel
  • Redução do uso de combustíveis fósseis

Dia Mundial Sem Carro

No dia 22 de setembro, comemora-se o “Dia Mundial Sem Carro”, uma mobilização que representa um exercício de reflexão sobre a dependência e o uso irracional dos automóveis. O objetivo é levar as pessoas a pensarem sobre o seu estilo de vida, as possibilidades de se reduzir o uso do carro e substituir o mesmo por outros meios de transporte. Existe um movimento mundial, a “Bicicletada”, que prega o uso da bicicleta como meio de transporte.

A princípio pode ser complexo, mas existem algumas mudanças simples nos hábitos que ajudam a combater esse problema:

  • Planejamento dos deslocamentos
  • Percorrer distâncias curtas a pé ou de bicicleta
  • Utilizar transporte coletivo pelo menos um dia na semana
  • Preferir meios de transporte menos poluidores
  • Dirigir com economia, quando usar o carro
  • Preferir automóveis movidos a álcool

Referências Bibliográficas

  1. HowStuffWorks. http://ambiente.hsw.uol.com.br/. Acessado em 27 de agosto de 2008.
  2. Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Energias Renováveis. http://www.ider.org.br/. Acessado em 27 de agosto de 2008.
  3. Portal UnB: Desenvolvimento Sustentável. http://www.unb.br/temas/desenvolvimento_sust/index.php. Acessado em 27 de agosto de 2007.
Copyright © 2008 Bibliomed, Inc. 20 de outubro de 2008

 



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: