Publicidade

Artigos de saúde

Artrite

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- O que causa artrite?
- Como é o tratamento?
- O que pode ser utilizado para aliviar a dor no longo prazo?

A palavra artrite significa literalmente inflamação da articulação, mas freqüentemente é utilizada para se referir a um grupo de mais de 100 doenças reumáticas que podem causar dor, enrijecimento e edema das articulações. Estas doenças podem afetar não somente as articulações mas também outras partes do corpo, incluindo estruturas tão importantes como músculos, tendões, ossos, ligamentos e diversos órgãos internos.

O que causa artrite?

A dor da artrite decorre de diferentes fatores, dentre eles: inflamação da membrana sinovial, dos tendões, dos ligamentos, das fibras musculares, e fadiga. A combinação destes fatores contribui para a intensidade da dor.

A intensidade da dor na artrite varia grandemente de indivíduo para indivíduo. Cada pessoa possui um limiar diferente para a dor, o que depende de aspectos físicos e emocionais – depressão, ansiedade, e até mesmo hipersensibilidade nos locais afetados pela artrite.

Como é o tratamento?

Não existe um tratamento único que possa ser aplicado a todas as pessoas com artrite. Cabe ao profissional de saúde que está prestando a assistência desenvolver uma abordagem específica para minimizar a dor e melhorar o funcionamento das articulações. Relacionamos abaixo algumas medidas que podem ser utilizadas para aliviar a dor no curto prazo:

Medicações

Uma vez que as pessoas com osteoartrite possuem uma inflamação pequena e discreta, já se consegue alívio da dor com o uso de analgésicos como o paracetamol. Os pacientes com artrite reumatóide geralmente apresentam dor causada por inflamação e em geral se beneficiam mais com o uso de aspirina ou outros antiinflamatórios não-hormonais, tais como ibuprofeno, meloxicam, diclofenaco e etc.

Aplicação de calor e gelo

A decisão de utilizar calor ou gelo na artrite depende do tipo de artrite de deve ser discutida com o(a) médico(a). Compressas de calor no local da dor por cerca de 15 minutos aliviam a dor. Compressas geladas pelo mesmo período reduzem o edema e a dor. Na presença de problemas de circulação, não utilizar compressas geladas.

Proteção da articulação

Talas ou tipóias podem ser úteis, seguindo sempre as recomendações do(a) médico(a).

Massagem

Quando aplicada adequadamente e por pessoa habilitada, aumenta o fluxo sanguíneo e relaxa a área tensa. Contudo, as articulações inflamadas são muito dolorosas, e o fisioterapeuta deve estar bastante familiarizado com a doença subjacente.

Acupuntura

Este procedimento só deve ser realizado por um profissional habilitado. Acredita-se que a acupuntura provoca a liberação de substâncias químicas naturais produzidas pelo sistema nervoso (endorfinas), aliviando a dor.

O que pode ser utilizado para aliviar a dor no longo prazo?

Antiinflamatórios não-hormonais (AINH)

Esta classe de medicamentos, que inclui a aspirina e o diclofenaco, é utilizada para reduzir a inflamação e pode ser utilizada tanto no tratamento a curto quanto no longo prazo para aliviar a dor em pacientes vítimas de osteoartrite ou artrite reumatóide.

Anti-reumáticos

Estes medicamentos são utilizados para tratar pacientes com artrite reumatóide que não obtiveram bons resultados com o uso de AINHs. Fazem parte deste grupo: metotrexate, hidroxicloroquina, penicilamina e injeções de ouro. Acredita-se que estas drogas influenciem e corrijam anormalidades do sistema imune responsáveis por doenças como a artrite reumatóide. O tratamento com estes remédios exige um monitoramento(a) médico(a) cuidadoso devido aos efeitos colaterais.

Corticosteróides

Hormônios bastante eficazes no tratamento da artrite. Os corticosteróides podem ser administrados por via oral ou injetável. A prednisona é o corticóide mais utilizado por via oral para reduzir a inflamação da artrite reumatóide.

Tanto na artrite reumatóide como na osteoartrite, o(a) médico(a) também pode injetar corticosteróides na articulação acometida, parando a dor. Uma vez que injeções freqüentes podem danificar a cartilagem, elas só devem ser empregadas uma ou duas vezes no intervalo de um ano.

Redução do peso

Os quilos em excesso colocam um estresse extra sobre as articulações que sustentam o corpo, tais com joelhos e quadris. Pesquisas mostraram que mulheres obesas que emagreceram também experimentaram uma redução substancial no desenvolvimento de osteoartrite nos joelhos. Ainda, na presença de osteoartrite em um joelho, a redução de peso ajuda a diminuir a chance de ocorrência da doença no outro joelho.

Exercícios

Nadar, caminhar e praticar exercícios aeróbicos de baixo impacto reduzem a rigidez e a dor articular. Alongamentos são úteis.

Cirurgia

Alguns pacientes com artrite podem necessitar de cirurgia para remoção da sinóvia ou realinhamento da articulação, ou, em casos avançados, substituição da articulação afetada por uma prótese. A substituição completa da articulação não somente oferece um alívio dramático da dor como também tem melhorado a mobilidade de muitas pessoas com artrite.

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.               Artigo de 03 de janeiro de 2011              Revisado em 10 de maio de 2012



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: