Publicidade

Artigos de saúde

Autoexame da mama

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:

- Definição
- Qual é a melhor hora para examinar os seios?
- Como fazer o autoexame?
- Quando deve-se procurar o médico?
- Referências

Definição

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum nas mulheres. Uma em cada dez mulheres podem desenvolvem-lo, e a maioria dos casos é descoberta através do autoexame. Este é um exame mensal que a mulher pode fazer em si mesma para verificar a presença de câncer nos seios. Seu objetivo é procurar por protuberâncias, ondulações, checar a espessura dos seios e liberação de líquidos pelo mamilo.

Quando o câncer de mama é descoberto cedo e tratado corretamente, as chances de cura são melhores. Especialistas recomendam que toda mulher faça o autoexame da mama regularmente, mas muitas tem dúvidas de quando e como fazê-lo.

Qual é a melhor hora para examinar os seios?

A recomendação é que o autoexame seja realizado uma vez ao mês, no fim de período menstrual, quando os seios normalmente já não estão mais sensíveis ou inchados. Mulheres na menopausa ou submetidas a histerectomia, o exame pode ser realizado em qualquer data, uma vez por mês. Nestes casos, os especilistas sugerem que a mulher marque uma data, e realize o exame sempre na mesma data no mês seguinte.

Como fazer o autoexame?

O autoexame no seios consiste em cinco passos:

Primeiro passo:

Examinar seios no chuveiro ou na banheira, pois as mãos escorregam mais facilmente quando a pele está molhada. Com os dedos esticados, movê-los em toda a área de cada seio, procurando por protuberâncias, caroços duros e verificando a espessura.

Segundo passo:

Ficar de pé em frente ao espelho e olhar os seios. Primeiro com os braços esticados ao lado do corpo, depois com as mãos sobre a cabeça, depois com as mãos na cintura apertando bem para que seus músculos do peito estejam flexionados. Procurar por protuberâncias, diferenças em tamanho e formato e inchaço ou ondulações na pele. É normal os seios não serem exatamente iguais.

Terceiro Passo:

Examinar os seios com os dedos enquanto estiver sentada ou de pé. Devagar e metodicamente, apertarf o seio com a mão oposta a ele. Com os dedos esticados, trabalhar na direção circular ou em espiral, começando do mamilo e movendo gradativamente para fora.

Quarto Passo:

Deitar e repitir o terceiro passo. Colocar um pequeno travesseiro ou uma toalha enrolada atrás do ombro esquerdo e por o braço esquerdo atrás da cabeça. Isso distribui o tecido dos seios mais igualmente no tórax. Usar a mão direita para examinar o seio esquerdo, como no terceiro passo, e então a mão esquerda para examinar o seio direito. Sintir se existe algum caroço que não existe na mesma área do outro seio.

Quinto passo:

Apertar o mamilo de cada seio gentilmente entre o polegar e o dedo indicador. Falar para o médico imediatamente caso ocorra alguma descarga de fluido.

Quando deve-se procurar o médico?

Se encontrar alguma protuberância, ondulação ou liberação de fluido durante o seu auto-exame, procurar o médico assim que possível.

A maioria dos caroços não são cancerosos, mas somente o médico pode dar o diagnóstico.

Referências

1. Savarese DMF. Patient information: Breast cancer guide to diagnosis and treatment. In: UptoDate Software v. 16.1, 2008.

2. Fletcher SW. Patient information: Risk factors for breast cancer. In: UptoDate Software v. 16.1, 2008.

3. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Coordenação de Prevenção e Vigilância de Câncer. Estimativas 2008: Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro:INCA, 2007.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.     10 de outubro de 2018



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: