Publicidade

Artigos de saúde

Asma – Como reconhecer

Neste Artigo:

- O que é a asma?
- Quais são os sintomas?
- Como a asma acontece?
- Como identificar a presença de asma?
- Como é feito o tratamento da asma?
- Como usar as "bombinhas"?
- Que cuidados devem ser tomados?
- Cuidados com a roupa de cama:
- Cuidados gerais a serem tomados:
-
Procure ajuda médica imediatamente se seu filho:

O que é a asma?

A asma é uma doença de causa alérgica, que leva a uma constrição de brônquios e bronquíolos, de ambos pulmões, ocasionando uma dificuldade de respirar que, se não tratada com medicamentos apropriados, vai se agravando progressivamente, levando o paciente a um estado de exaustão, falta de oxigenação e morte.

A asma causa chieira, tosse e diminuição do tempo respiratório. É mais comum em crianças do que em adultos. Pessoas que tiveram asma na infância podem não apresentá-la quando adultos ou podem voltar a apresentar os sintomas numa idade mais avançada, raramente podem até apresentarem asma pela primeira vez neste período de vida.

Quais são os sintomas?

Os sintomas podem começar por tosse ou chieira:

- Ao praticar exercícios;
- Ao inspirar algo que cause alergia como pó, pólen, mofo, ou pêlo de animal;
- Ao inspirar algo que irrite os pulmões, como ar frio, vírus, e fumaça de tabaco. Quando a tosse e a chieira acontecem, ocorre um ataque de asma que pode durar alguns minutos ou dias podendo ser leve, moderado ou grave, havendo a possibilidade de acontecer em qualquer lugar e a qualquer hora. Pode ser fatal, por isso o diagnóstico e o tratamento da asma devem ser precoces, levando assim a uma vida saudável e ativa.

Como a asma acontece?

Se tiver asma, as vias aéreas dos seus pulmões sempre estarão um pouco inchadas. Ao exercitar-se ou inspirar algo que cause alergia ou irritação aos pulmões as vias aéreas tornam-se mais inchados e começam a produzir mais muco do que necessário, ocasionando maior compressão muscular na área. Assim as vias aéreas ficam mais estreitas, dificultando a entrada e a saída de ar, resultando em: tosse, falta de ar e aperto no peito.

Como identificar a presença de asma?

Familiares devem aprender a identificar os primeiros sintomas de asma em seus filhos. Muitas vezes, ou por que a criança é muito pequena ou porque não demonstra muito, os sinais são muito sutis. A primeira modificação que será notada é o aumento do período expiratório, ou exalação do ar. A seguir a frequencia da respiração (número de vezes que a pessoa respira por minuto) aumenta. Outro sinal que aparece a seguir é chiera no peito, que pode ser notada colocando se o ouvido no tórax da criança.

Estes sinais e sintomas são os indicadores de uma urgência e a partir deste momento, após um período de 4 horas de observação e em uso de medicação especifica, se não houver melhora ou a criança piorar, um serviço de urgência deve ser imediatamente visitado.

Como é feito o tratamento da asma?

O tratamento da asma promoverá uma vida normal e ativa. Porém, para isso, será necessário:
- Tomar a medicação apropriada.
- Permanecer longe de coisas que tornem difícil a respiração.

Há dois tipos principais de medicamentos para asma:

- Broncodilatadores: relaxam os músculos das vias aéreas permitindo que o fluxo de ar seja melhor.
- Corticosteróides: ajudam as vias aéreas a incharem menos. Os corticosteróides não podem ser usados para parar as crises, de forma isolada. Os dois tipos de medicamentos que podem ser usados são: bombinha através da qual o medicamento pode ser inspirado pela boca e comprimido ou cápsula.

No tratamento de uma emergência, está indicado o uso dos dois medicamentos e também de medicamentos complementares e de oxigênio, se for necessário.

Como usar as "bombinhas"?

  • Certifique-se de saber usar a bombinha de maneira adequada:

    - Leia a bula que vem com sua bombinha. A maioria das bombinhas agem melhor se forem seguradas cerca de 2 a 3 centímetros de distância da sua boca quando for aplicar a medicação. Seu médico deverá ensina-lo a usar a bombinha de forma correta.
    - Não feche a boca na bombinha pois menor quantidade de remédio chegará aos pulmões.
    - Borrife e então inspire todo o ar lentamente.
    - Aprenda a perceber quando o refil da bombinha estiver vazio: coloque o refil numa tigela de água, se este afundar, ainda está cheio, mas se flutuar, use outro refil.

    Que cuidados devem ser tomados?

    Aqui estão algumas maneira para manter a casa livre de substâncias, que poderiam tornar a respiração de seu filho mais difícil e tornar sua vida menos saudável:

    Cuidados com a roupa de cama:

    - Forre o colchão e travesseiros com coberturas de plástico com zíperes.
    - Lave as roupas de cama uma vez por semana em água quente.
    - Lave cuidadosamente os travesseiros a seco uma vez por mês.

    Ter um animal de estimação pode não ser uma boa idéia. Mas se tiver, siga cuidadosamente as seguintes instruções:

    - Dê banho todas as semanas.
    - aspire o pó da casa diariamente.

    Cuidados gerais a serem tomados:

    - Evite o mofo e outras coisas que o prejudiquem.
    - Se fizer uso de vaporizador, limpe-o freqüentemente.
    - Não varra a casa, use sempre um pano úmido no lugar.
    - Mantenha a casa ventilada e as janelas abertas.
    - Fique longe de fumaça de cigarro.
    - Tome seus medicamentos exatamente como recomendação médica.
  • Não use substancias de limpeza com cheiro forte, como cera, desinfetantes, etc. Se for necessário seu uso, mantenha seu filho fora de casa até que o cheiro tenha passado.
  • Não use perfumes, talcos, desodorantes em seu filho.
  • O uso de perfumes e talcos em pais que ficam muito tempo com seus filhos, principalmente no colo, podem desencadear as crises. Evite isso.
  • Roupas guardadas por muito tempo, sem arejar, ficam com cheiro de mofo e costuma ter ácaros. Antes de começar o inverno, retire paletós e roupas guardadas, lave-os e seque ao sol.

Procure ajuda médica imediatamente se seu filho:

- Tossir, chiar ou estiver com falta de ar, até mesmo usando o remédio.
- Estiver resfriado ou com outra infecção respiratória.
- Iniciar o uso da bombinha e não apresentar uma melhora satisfatória em 4 horas.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.               Revisado 30 de Outubro de 2006



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: