Publicidade

Artigos de saúde

Pílulas Contraceptivas (Preservativos Orais)

O que são as pílulas contraceptivas?

As pílulas contraceptivas (preservativos orais) são um método de controle da natalidade que usa hormônios para prevenir gravidez. Os hormônios femininos artificiais nas pílulas mudam os níveis de hormônios naturais da mulher e impedem que seus ovários liberem um óvulo todo mês. A cérvice produz também menos muco de forma que o espermatozóide não entre facilmente no útero .Além disso, a mucosa do útero se torna mais fina, sendo mais difícil a fixação do óvulo no útero.

As pílulas mais comumente usadas são "pílulas combinadas" que contém formas artificiais de dois hormônios: estrogênio e progesterona. Existe também a pílula só de progesterona (a "mini-pílula"), mas não é tão eficiente.

Como as pílulas devem ser usadas?

As pílulas combinadas normalmente apresentam-se em embalagens de 28 ou de 21 pílulas. Seu médico provavelmente aconselhará que comece a tomar as pílulas no quinto dia após o início da menstruação ou no primeiro dia da próxima menstruação, dependendo de sua preferência.

Se estiver usando a embalagem contendo 21 pílulas, tome uma pílula diariamente por 3 semanas. Pare de tomar as pílulas por 7 dias e então recomece um novo pacote.

Se você estiver usando a embalagem de 28 pílulas, tome uma pílula diariamente por 4 semanas e então comece um novo pacote assim que termine, não é necessário fazer intervalo de uma embalagem para outra e as últimas sete pílulas não contêm nenhum medicamento para controle da natalidade, só mantêm seu hábito de tomar uma pílula todo dia. É importante tentar tomar as pílulas aproximadamente na mesma hora todo dia para evitar esquecimentos.

Ocorrerá um sangramento (menstruação) normalmente em seguida à última pílula tomada.

Alguns antibióticos podem afetar a forma de agir das pílulas anticoncepcionais em seu corpo, portanto , se estiver tomando antibióticos, comunique a seu médico, pois pode precisar de uma forma adicional de controle.

Como proceder ao esquecer de tomar uma pílula?

O esquecimento da medicação acarretará em hemorragia menstrual e aumento da probabilidade de ocorrência de gravidez.

Se você esquecer de tomar uma pílula, tome-a assim que lembrar e tome a próxima no tempo habitual. Se por acaso esquecer duas pílulas sucessivas, tome-as no dia seguinte e então volte a seu horário regular.

Se esquecer três ou mais pílulas, pare de tomá-las e passe a fazer uso de um outro método contraceptivo até que seu próximo ciclo menstrual comece, mas se por acaso isso não ocorrer, procure o médico.

Se tiver esquecido de tomar duas ou mais pílulas e não ficar menstruada, pode estar grávida, portanto pare de tomar as pílulas e use outras formas de controle da natalidade até estar certo de estar ou não grávida.

Quando começar a tomar anticoncepcionais após o parto?

Se estiver amamentando, não deve tomar contraceptivos orais até mais ou menos 4 a 6 semanas após o nascimento. Então para evitar gravidez indesejada neste período, tome pílulas com baixas doses hormonais ou mini-pílula. Fale com seu médico sobre quando poderá retornar o uso de pílulas. Se não estiver amamentando, geralmente pode recomeçar a tomar pílulas de 1 a 2 semanas depois do nascimento ou quando começar a menstruar novamente. Use preservativos e espermicidas enquanto isso.

Quais são os benefícios?

O benefício principal do uso de pílulas contraceptivas é que elas são beficientes em prevenir a gravidez sem contudo interromper o ato sexual. Três a cada 100 mulheres que fazem uso de pílulas engravidam ao fim de 1 ano. As pílulas podem diminuir também o risco de câncer uterino e ovariano, cistos ovarianos, artrite reumática, e gravidez ectópica (tubária). Também, quando usar pílulas contraceptivas, seus ciclos menstruais serão regulares, mais brandos, e menos dolorosos.

Geralmente, mulheres que não apresentaram nenhum problema ginecológico anterior, não terão nenhuma dificuldade para engravidar depois que pararem de tomar pílulas, não importando por quanto tempo tenham tomado.

Não existe nenhuma vantagem em parar de tomar as pílulas a menos que tenha problemas especificamente relacionados a elas. Quando quiser engravidar, é recomendado que espere até que tenha pelo menos dois ciclos menstruais normais após a interrupção do uso do anticoncepcional.

Quais são as desvantagens?

Uma desvantagem do uso de pílulas anticoncepcionais é a necessidade de lembrar as doses diárias.

Os problemas que podem ocorrer durante a administração de anticoncepcionais incluem:

- hemorragia irregular nos primeiros meses seguintes ao início do uso de anticoncepcionais
- ganho de peso
- inchação nos seios
- aumento do apetite
- depressão
- enxaquecas
- escassez ou ausência de menstruação
- pressão alta
- vertigem.

As mulheres que tomam pílulas de controle da natalidade e fumam, especialmente aquelas com mais de 35 anos de idade, têm maior risco de problemas graves como doença cardíaca e coágulos sangüíneos . Os coágulos de sangue podem causar dor nas pernas ou inchação, ou dor no peito.

Faça verificação da pressão sangüínea depois de ter feito uso de pílulas por 3 meses.

As pílulas anticoncepcionais não protegem de doenças sexualmente transmitidas, como AIDS. Os preservativos de látex (camisinha) são a única forma segura para proteger contra AIDS.

Quando procurar ajuda médica?

Chame o médico se tiver:

- dor nas pernas ou inchação
- perda de visão ou visão dupla
- sangramentos irregulares
- mais enxaquecas que habitual.

Desenvolvidos por Sistemas de Referência Clínico.

Copyright 1998 Sistemas de Referência Clínico.



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: