Publicidade

Artigos de saúde

As Pneumonias na Terceira Idade

Dr. João Roberto D. Azevedo

A pneumonia é a infecção dos pulmões, doença muito freqüente na velhice, sendo uma importante causa de morte.

Pode ocorrer devido a uma bactéria ou a um vírus. Trata-se de uma inflamação do tecido pulmonar, local aonde ocorre a troca gasosa responsável pela oxigenação do sangue.

A pneumonia apresenta maior número de complicações na terceira idade devido à maior vulnerabilidade do organismo idoso. O sistema respiratório está com suas defesas diminuídas e há queda na eficiência da tosse.

Sua freqüência aumenta muito no ambiente hospitalar, principalmente em pessoas acamadas por tempo prolongado. A imobilidade, o tabagismo e a doença pulmonar crônica (bronquite, enfisema) são os principais fatores agravantes da doença.

A insuficiência cardíaca, o diabetes, a doença vascular cerebral e a desnutrição também favorecem a pneumonia.

O ambiente é um fator que pode contribuir para a doença, destacando-se os locais mal ventilados, ou ambientes com ar refrigerado. O inverno e o fim do verão são épocas propicias para o desenvolvimento da pneumonia.

A gripe (febre, nariz inflamado, tosse, dores no corpo) também pode abrir as portas para a pneumonia, pois provoca uma queda em nossas resistências facilitando a infecção secundária.

Sua apresentação na velhice difere muito da que ocorre no jovem. A febre em geral é baixa ou mesmo inexiste e os sintomas muito pobres, o que muitas vezes retarda o diagnóstico complicando o prognóstico.

Há tosse seca ou com catarro e freqüentemente ocorre uma respiração mais rápida. Pode ocorrer eliminação de catarro com sangue ou hemoptise. Podem surgir dores sobre o tórax. Há falta de apetite e grande mal estar.

Se não for tratada a tempo pode evoluir para a insuficiência respiratória.

A radiografia de tórax é o principal exame para o diagnóstico. A análise do catarro pode dar o diagnóstico do tipo exato do microorganismo causador, mas isto freqüentemente não é possível, pois há confusão com os germes normais das vias respiratórias.

O importante é sempre distinguir uma pneumonia adquirida em ambiente hospitalar de uma adquirida dentro da comunidade. As pneumonias hospitalares são de tratamento mais difícil e mais sujeitas a complicações.

A principal complicação da pneumonia é o acúmulo de líquido dentro do pulmão ou derrame pleural.

O tratamento é na base de antibióticos devendo se evitar o uso de xaropes contra a tosse. A tosse faz parte do mecanismo de defesa do organismo para eliminar o catarro.

O que é importante no auxílio da eliminação do catarro é a umidificação do ambiente (uso de vaporizadores), o uso de inalações e o consumo de bastante líquido. A fisioterapia respiratória é sempre indispensável. As pessoas mal hidratadas ficam com o catarro seco que se torna difícil de se eliminar.

O tratamento da pneumonia adquirido na comunidade em geral pode ser feito em casa.

A prevenção da pneumonia é feita com a vacinação contra a gripe, que deve ser aplicada no Outono, e a vacina antipneumocócica, a cada 5 anos.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: