Publicidade

Artigos de saúde

Nova Droga Pode Diminuir os Efeitos Colaterais da Quimioterapia no Câncer

Novo estudo, realizado na Universidade de Illinois, Estados Unidos, e publicado no dia 10 de Setembro na revista Science revela que os efeitos colaterais da quimioterapia usada no tratamento do câncer podem ser diminuídos através do uso de uma substância, a pifitrina-alfa (PFTa).

A quimioterapia e a radioterapia para tratar o câncer têm freqüentemente severos efeitos colaterais, que limitam a sua eficácia. Como estes efeitos são em parte determinados através de um gene chamado p53, que além de ter outras funções, induz a morte celular (apoptose), a supressão temporária do p53 foi sugerida como uma estratégia terapêutica para prevenir o dano aos tecidos normais durante o tratamento de tumores p53-deficientes.

O experimento, comandado pelo Dr. Pavel Komarov, objetiva a impedir que células normais, expostas à quimioterapia e/ou à radioterapia venham a morrer, através da ação da pifitrina-alfa inibindo o p53.

No experimento realizado, ratos que receberam a pifitrina conseguiram sobreviver a doses de radioterapia que mataram 60% dos ratos que não foram tratados com a droga.

Esta nova droga pode ser uma importante arma futura no combate ao câncer, mas pode ainda decorrer um período de tempo longo antes que venha a ser utilizada comercialmente.

Fonte: Science 1999 Sep 10;285(5434):1733-1737

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: