Notícias de saúde

Congelar tumores pode ser um novo tratamento para câncer de mama de baixo risco

09 de junho de 2021 (Bibliomed). Um estudo do West Cancer Center & Research Institute, nos Estados Unidos, sugere que os cânceres de mama de crescimento lento podem ser tratados com uma técnica de congelamento de tumor altamente direcionada, eliminando a necessidade de cirurgia invasiva. Os testes até agora sugerem que a técnica é eficaz entre mulheres com mais de 60 anos com diagnóstico de câncer de mama de risco relativamente baixo.

Os pesquisadores explicam que a crioablação é uma solução minimamente invasiva que destrói os tumores da mama com segurança, rapidez e sem dor, sem a necessidade de cirurgia. O procedimento expõe o tecido doente ao frio extremo [crio] para destruí-lo [ablação, e é realizado no consultório enquanto a paciente está acordada.

O novo estudo - que envolveu quase 200 mulheres - descobriu que, quando a crioablação foi realizada em mulheres com câncer de mama de baixo grau/baixo risco, quase todas as pacientes permaneceram livres do câncer três anos depois.

Os tumores eram relativamente pequenos, medindo não mais que 1,5 centímetros de tamanho. Todos os pacientes tinham tumores "positivos para receptores hormonais", ou seja, tumores que eram ER +, PR + e/ou HER2-. Em geral, os tumores que são ER + e/ou PR + têm crescimento um pouco mais lento e têm um prognóstico ligeiramente melhor do que os tumores negativos para o receptor de hormônio.

Todas as pacientes do estudo foram submetidas à crioablação, que envolveu a inserção direta de uma sonda através da pele até o local do tumor, sob anestesia localizada. Por sua vez, o nitrogênio líquido foi aplicado para congelar os tumores-alvo de dentro para fora. O tratamento durou entre 20 e 40 minutos, transformando os tumores em bolas de gelo.

O procedimento eliminou a necessidade de cirurgia de acompanhamento, relataram os pesquisadores, embora quase 15% das mulheres também tenham sido submetidas à radiação, enquanto cerca de 3/4 foram posteriormente tratadas com terapia endócrina. Um paciente foi submetido a quimioterapia.

As pacientes foram examinadas duas vezes por ano, até cinco anos após o tratamento. O resultado: por um ponto médio de acompanhamento de quase três anos após o tratamento, apenas 2% - quatro pacientes - viram o câncer retornar. Nenhum efeito colateral sério foi relatado, e quase todos os pacientes e médicos assistentes relataram estar satisfeitos com o tratamento, em 95% e 98%, respectivamente.

De acordo com os pesquisadores, para tumores benignos e cancerosos, os benefícios sobre a cirurgia tradicional incluem procedimentos baseados em consultório, que foram mais rápidos, acarretou recuperação quase imediata, melhores resultados cosméticos, maior conforto do paciente, menos risco do procedimento e menor custo.

Ao contrário de uma mastectomia ou mastectomia convencional, a crioablação preserva o volume da mama e minimiza o risco de infecção. E o processo geralmente produz excelentes resultados estéticos sem cicatrizes, enquanto permite que os pacientes retomem rapidamente as atividades normais, ressaltam os autores.

Fonte: American Society of Breast Surgeons Annual Meeting 2021. April 29 - May 3, 2021.

Copyright © 2021 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2021 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários