Notícias de saúde

Diminuem as vacinações de adolescentes durante a pandemia de COVID-19

14 de setembro de 2020 (Bibliomed). Pesquisadores do CDC em Atlanta analisaram dados do National Immunization Survey-Teen 2019 para estimar a cobertura vacinal entre os 13 a 17 anos de idade nos Estados Unidos.

Em sua pesquisa, publicada na revista eletrônica do CDC, Morbidity and Mortality Weekly Report, descobriu-se que de 2018 a 2019, houve um aumento na cobertura com pelo menos uma dose da vacina do papilomavírus humano (HPV), de 68,1% para 71,5%; um aumento correspondente foi observado na porcentagem de adolescentes que estavam em dia com a série de vacinação contra o HPV (de 51,1% para 54,2%).

Houve também um aumento no recebimento de pelo menos uma dose da vacina meningocócica conjugada quadrivalente meningocócica (MenACWY), de 86,6% para 88,9%. Menor cobertura com pelo menos uma dose de MenACWY e pelo menos uma dose de vacina contra o HPV foi observada para aqueles que vivem fora de uma área estatística metropolitana entre adolescentes que vivem na linha de pobreza ou acima. Em meados de março de 2020, houve uma diminuição nos pedidos de vacinas para a vacina contra o HPV; toxoide do tétano, toxoide da difteria reduzido e vacina acelular contra a tosse convulsa; e MenACWY.

Portanto, segundo o trabalho, a redução nas ordens de vacinação observada durante a pandemia de COVID-19 poderia compensar o aumento nas vacinações para adolescentes de 2018 a 2019.

Fonte: Morbidity and Mortality Weekly Report. 2020;69:1109-1116.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários