Notícias de saúde

Álcool e drogas aumentam acidentes com patinetes motorizados

10 de setembro de 2019 (Bibliomed). Desde o seu lançamento em 2017, as patinetes motorizadas elétricas (eScooters) cresceram em popularidade como um modo alternativo de transporte. Os adolescentes e adultos jovens particularmente tem cada vez mais usado tais meios de transporte. Pesquisadores procuraram examinar a incidência de lesões, padrões de lesões, prevalência de uso de capacete e drogas e álcool nos traumas ocorridos durante o uso das eScooters.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego conduziram uma análise retrospectiva de séries de casos de pacientes admitidos por lesões relacionadas aos eScooters desde 01 de setembro de 2017 a 31 de outubro de 2018, após a ampla divulgação desses dispositivos em setembro de 2017.

Os pesquisadores identificaram 103 pacientes que foram admitidos durante o período do estudo; com o tempo, houve um aumento significativo nas admissões mensais. Os pacientes eram jovens (idade média de 37,1 anos) e principalmente do sexo masculino (65%); 98% dos pacientes não usavam capacete. No geral, 79% dos pacientes foram testados para o álcool e 60% tiveram um exame toxicológico na urina; 48% tinham um nível de álcool no sangue superiores a 80 mg/dL e 52% dos exames toxicológicos eram positivos. A lesão mais frequente foram fraturas nas extremidades (42%), seguidas por fraturas faciais e hemorragia intracraniana (26% e 18%, respectivamente). Uma intervenção cirúrgica foi necessária para 34 pacientes, e a maioria era de fixação aberta de extremidades e fraturas faciais. Nenhum dos pacientes morreu e 86% receberam alta após um período médio de permanência de um dia.

O estudo concluiu que as lesões relacionadas à patinete motorizada elétrica aumentaram ao longo do tempo e estão frequentemente associadas ao uso de álcool e substâncias ilícitas. A pesquisa publicada na revista Trauma Surgery & Acute Care Open.

Fonte: Trauma Surgery & Acute Care Open 2019;4:e000337. DOI: 10.1136/tsaco-2019-000337.

Copyright © 2019 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários