Artigos de saúde

Exames Femininos Periódicos

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste artigo:

- Introdução
- Exames das mamas
- Exames ginecológicos
- Exames de sangue
- Exames de densitometria óssea
- Exames cardiológicos
- Exames na gestação
- Exames de fezes
- Exames de urina
- Exames complementares

Introdução

Realizar exames periódicos é fundamental para garantir a saúde. Para as mulheres, os exames podem detectar precocemente diversas doenças, aumentando as chances de cura ou controle e garantindo mais qualidade de vida e longevidade.

É importante destacar que, apesar de cada exame ser indicado a partir de uma faixa etária, o médico pode solicitá-los antes, caso a mulher apresente fatores de risco.

Exames das mamas

Deve ser feito pelo médico uma vez ao ano, a partir dos 20 anos de idade, para detecção de possíveis nódulos. A partir dos 35 anos, a mulher deve começar a fazer mamografia para rastreio de câncer de mama. Em alguns casos, o médico pode solicitar exames de ultrassom ou outros específicos para avaliação da mama.

Exames ginecológicos

A citologia ginecológica, também conhecida como Papanicolau ou preventivo, deve ser realizado quando iniciada a vida sexual ou a partir dos 20 anos de idade. Sua realização indicada é de uma vez ao ano, e através dele é possível detectar alterações nas células cervicais, que podem indicar doenças e infecções. Geralmente, os exames ginecológicos incluem, também, um exame de ultrassom pélvico/transvaginal. É indicado, também, a realização de exames para detecção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Exames de sangue

Ao menos uma vez ao ano (ou mais, quando o médico julgar necessário), as mulheres devem realizar exames de sangue básicos (níveis de glicose, colesterol, triglicerídeos, TGO, TGP, ureia, creatitina e hemograma). A partir dos 30 anos (ou antes quando necessário), a mulher deve realizar exames para análise da função tireoidiana (TS4, T4 e T3). Mulheres que entraram no climatério (fase que antecede a menopausa), ou naquelas com alguma disfunção, testes de perfil hormonal podem ser necessários uma ou mais vezes ao ano.

Exames de densitometria óssea

Geralmente indicados para mulheres acima de 40 anos, tem por função diagnosticar a osteoporose.

Exames cardiológicos

Indicado para mulheres a partir dos 40 anos (ou antes, quando o médico considerar necessário), exames para monitorar o coração são importantes para prevenir possíveis complicações. Entre os mais solicitados estão eletrocardiograma (avalia a frequência e os batimentos cardíacos) e o ecocardiograma (avalia a estrutura e funcionamento do coração).

Exames na gestação

Gestantes devem realizar, além dos exames de ultrassonografia e do pré-natal, exames de sangue para determinação da tipagem sanguínea; pesquisa de anticorpos anti-Rh; para rubéola; toxoplasmose; sorologia para hepatites; HIV; sífilis; citomegalovirose; teste oral de tolerância à glicose (em casos de mulheres com risco de diabetes gestacional).

Exames de fezes

Identificam possíveis infecções intestinais e alterações que podem indicar lesões malignas e pré-malignas localizadas no cólon e no reto.

Exames de urina

Detectam alterações no funcionamento dos rins e infecções urinárias.

Exames complementares

Ao longo da vida e em diversas situações, a mulher pode precisar fazer exames especiais, como o ultrassom transvaginal com preparo intestinal; ressonâncias magnéticas para detecção de diferentes doenças; estudo rodinâmico para investigação de distúrbios da micção; colposcopia e vulvoscopia (em casos de alterações no exame citológico); ultrassom abdominal; raio-x do tórax, entre outros.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.   21 de outubro de 2020.