Publicidade

Notícias de saúde

Metanfetaminas podem prevenir a gripe

08 de novembro de 2012 (Bibliomed). O uso de metanfetaminas causa diversos danos ao corpo, como a morte de neurônios, decadência da arcada dentária e o enfraquecimento de músculos, coração e sistema imunológico. Porém, essa droga pode oferecer uma propriedade benéfica – a proteção contra a gripe.

Cientistas taiwaneses desenvolveram um estudo para analisarem como a metanfetamina interage com o vírus da influenza A em células do pulmão. A literatura médica mostra que pessoas que usam a droga cronicamente ficam mais suscetíveis a patógenos, como o HIV, e a equipe queria avaliar como a droga poderia reduzir a resistência das células a vírus da gripe.

Os pesquisadores colheram culturas de células epiteliais humanas de pulmão, as expuseram a diferentes concentrações de metanfetamina e as infectaram com o vírus da influenza A. Entre 30 e 48 horas após a infecção, as células que haviam entrado em contato com a droga tinham uma concentração muito mais baixa do vírus do que o grupo controle. Os pesquisadores viram também que, quanto maior a quantidade de metanfetamina usada, menor a reprodução dos vírus.

“Nós reportamos a primeira evidência de que a metanfetamina reduz significativamente, ao invés de aumentar, a propagação de vírus e a suscetibilidade à infecção por influenza em células epiteliais humanas de pulmão”, explica o pesquisador Yun-Hsiang Chen. Médicos não recomendariam o uso da droga para o combate à gripe, mas “a descoberta encoraja fortemente trabalhos futuros para investigar se outros compostos, estruturalmente similares à metanfetamina, podem inibir a produção do vírus da influenza A e serem usados para a prevenção ou alívio da infecção (pelo vírus)”, escrevem os autores.

A pesquisa foi publicada no periódico Plos ONE.

Fonte: Live Science, 6 de novembro de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: