Publicidade

Notícias de saúde

Personalidade e genética podem ser o segredo da longevidade

30 de maio de 2012 (Bibliomed). Você quer chegar aos 100 anos de idade? A sua personalidade e a sua genética podem ser o segredo. De acordo com um novo estudo, traços de personalidade como extroversão, otimismo, gostar de rir e participar de atividades pode ser uma parte importante da mistura genética que leva a uma vida longa. A descoberta mostra que o quanto mais alegre e sociável você for, maiores são suas chances de ser um centenário.

O cientista Nir Barzilai, da Albert Einstei College of Medicine conta: “quando eu comecei a trabalhar com centenários, eu achei que nós íamos descobrir que eles sobreviveram tanto tempo em parte porque eles eram malvados e geniosos. Mas quando nós analisamos as personalidades desses 243 centenários, nós encontramos qualidades que claramente refletem uma atitude positiva em relação a vida”.

A pesquisa foi focada em um grupo de judeus Ashkenazi e seus filhos. Os membros desse grupo étnico são geneticamente muito semelhantes e alguns são extremamente longevos, o que facilita a comparação de genes.

Outro estudo feito com esse mesmo grupo étnico mostrou que algumas razões possíveis para sua longevidade são genes relacionados a mecanismos de reparo celular. Há também uma pesquisa que indica que essas pessoas fumam, ingerem álcool e comem alimentos nem sempre saudáveis, assim como o resto da população mundial.

Barzilai e sua equipe decidiram observar a personalidade desses idosos porque esse aspecto surge a partir de mecanismos genéticos que podem afetar a saúde. “A maioria deles era extrovertida, otimista e fácil de lidar. Eles consideravam a risada uma parte importante da vida e tinham uma rede social grande. Eles expressavam suas emoções abertamente, ao invés de as esconderem”, explica o pesquisador.

“Algumas evidências indicam que a personalidade pode mudar entre as idades de 70 e 100, então nós não sabemos se nossos centenários mantiveram seus traços de personalidade através de toda sua vida. De qualquer forma, nossos resultados sugerem que os centenários dividem traços de personalidade particulares e que aspectos geneticamente baseados de personalidade podem desempenhar um papel importante na obtenção de boa saúde e longevidade excepcional”, completa.

A pesquisa foi publicada no periódico Aging.

Fonte: Live Science, 25 de maio de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: