Publicidade

Notícias de saúde

O uso de telefones celulares não aumenta o risco de tumores do sistema nervoso central

17 de janeiro de 2012 (Bibliomed).  Um estudo publicado na revista BMJ investigou o risco de tumores no sistema nervoso central entre os dinamarqueses assinantes de telefonia móvel.

Foram estudados todos os dinamarqueses com idade ≥ 30 anos, nascidos na Dinamarca depois de 1925, subdivididos em usuários e não usuários de telefones celulares antes de 1995. 358.403 titulares de assinaturas de telefonia celular acumularam 3,8 milhões de pessoa/anos.

No período de acompanhamento de 1990-2007, ocorreram 10.729 casos de tumores do sistema nervoso central. O risco desses tumores era próximo da unidade para homens e mulheres. Quando restrito a indivíduos com o maior uso do telefone móvel, ou seja, ≥ 13 anos de assinatura, a taxa de incidência foi de 1,03 (IC 95% 0,83 a 1,27) em homens e 0,91 (0,41-2,04) em mulheres. Entre aqueles com assinaturas de ≥ 10 anos, as taxas foram 1,04 (0,85 a 1,26) em homens e 1,04 (0,56 a 1,95) em mulheres para glioma e 0,90 (0,57 a 1,42) emhomens e 0,93 (0,46-1,87) em mulheres para meningioma. Não houve indicação de relação dose-resposta ou por localização anatômica do tumor, isto é, em regiões do cérebro mais próximas de onde o aparelho é normalmente utilizado na cabeça.

O estudo concluiu que não houve aumento do risco de tumores do sistema nervoso central com o uso de telefones celulares.

Fonte: BMJ, Volume 343, 2011, Page 6387

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: