Publicidade

Notícias de saúde

Quanto maior a urbanização, maior a incidência da asma

11 de janeiro de 2012 (Bibliomed). Estudos realizados em comunidades da África e Ásia têm apontado para o processo de urbanização como sendo responsável pelo aumento na prevalência de asma em regiões em desenvolvimento.

Na América Latina, há poucos dados publicados disponíveis sobre o potencial impacto da urbanização sobre a prevalência de asma. Um estudo publicado na revista Thorax explorou a forma como o processo de urbanização pode explicar as diferenças na prevalência de asma em comunidades de transição no nordeste do Equador.

No estudo, os indicadores de urbanização foram agrupados em três índices que representam os processos associados à urbanização: estilo de vida, perfil socioeconômico e infraestrutura urbana. A prevalência global da asma foi de 10,1%.

Os três índices apresentaram associações significativas com prevalência de asma comunidade: socioeconômico, estilo de vida  e índice sumário de urbanização. Nos resultados encontrados, as variáveis ​​refletindo uma melhor condição socioeconômica e um estilo de vida mais urbano foram associados com maior ocorrência de asma.

Estes dados fornecem evidências de que a prevalência da asma aumenta com níveis crescentes de urbanização em comunidades de transição, e os fatores associados com maior nível socioeconômico e mudanças para um estilo de vida mais urbano podem ser particularmente importantes.

Fonte: Thorax, Volume 66, Issue 12, 2011, Pages 1043-1050

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: