Publicidade

Notícias de saúde

Doença Mata 65 Pessoas no Iêmen em Dois Dias

SANAA (Reuters) - Pelo menos 65 pessoas morreram no Iêmen nos últimos dois dias em consequência da Febre do Vale Rift, que também matou 16 pessoas na Arábia Saudita, afirmou na quarta-feira o ministro da saúde iemenita.

O ministro Abdullah Abdul-Wali Nasher disse que o Iêmen apelou por ajuda internacional para combater a doença. Segundo ele, especialistas da ONU chegarão em breve ao país.

A maioria das mortes aconteceu na região do Wadi Moor, na província de Hudeidah, no norte do país. A doença é transmitida pelo gado para humanos por meio de mosquitos, ou pelo contato com animais infectados. Mais da metade do gado da região também morreu, segundo as autoridades.

Nasher disse à agência oficial de notícias Saba que equipes técnicas foram enviadas para as regiões afetadas para tentar frear a disseminação da doença. A população também foi alertada a tomar medidas de precaução no contato com o gado e para não importar animais dos países vizinhos.

A Arábia Saudita anunciou na segunda-feira que cancelou a importação de gado de diversos países africanos e árabes.

Os sintomas da doença incluem febre alta, diarréia, rompimento de artérias e disfunção renal.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: