Publicidade

Notícias de saúde

Mulheres não protegem os olhos do sol

23 de dezembro de 2011 (Bibliomed).  Pesquisa realizada pelo IBOPE com 284 mulheres que apresentam problemas de visão mostrou que apenas 8% delas usam óculos escuros com grau quando vão à praia. Esse dado contrasta com o fato de que 97% das entrevistadas acreditam que a radiação ultravioleta (UV) prejudica a visão. A pesquisa também mostra que, apesar da maioria não usar lentes com proteção UV, 95% das entrevistadas acreditam que a radiação provoca o envelhecimento da pele ao redor dos olhos.

A falta de proteção solar pode causar alterações imediatas e em longo prazo nos olhos. Ao se expor ao sol sem a proteção adequada, a pessoa pode sofrer com queimadura na pele periocular, e até mesmo um câncer de pele. Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), esse é o tipo de câncer mais comum entre os brasileiros, e para 2012, espera-se que os casos da doença entre mulheres aumentem 14% a mais do que entre os homens.

“Apesar da metástase da pálpebra para os olhos ser incomum, nos casos de câncer não melanoma que é o tipo mais prevalente, a doença pode causar lesões palpebrais e desencadear cicatrizes na córnea que conduzem à queda visual”, diz o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto.

De acordo com o especialista, a melhor forma de proteger os olhos e a pele da região é usar óculos que tenham lentes com filtro UV, já que o contato dos filtros cosméticos com a mucosa ocular pode provocar conjuntivite tóxica e alérgica. “Os óculos com filtro eliminam este risco e o uso incorreto do protetor solar”, afirma.

Problemas como fotoceratite, inflamação da córnea por queimadura de primeiro grau que acontece, geralmente, após seis horas ininterruptas de exposição ao sol e que pode levar à cegueira se repetida muitas vezes e risco 60% maior de desenvolver catarata são outros problemas que podem ser desencadeados pelo sol.

Escolher os óculos correto é a forma mais adequada de se prevenir. O oftalmologista explica que lentes escuras sem proteção são piores do que a falta de óculos, porque dilatam a pupila e permitem que uma maior quantidade de radiação penetre nos olhos. O ideal é que os óculos filtrem 100% da radiação UV e, para confirmar isso, é preciso verificar o certificado ABNT NBR ISO 15111.

Fonte: Press-release, LDC Comunicação, 21 de dezembro de 2011.

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: