Publicidade

Notícias de saúde

Cesárea aumenta risco de alergias em crianças

07 de novembro de 2011 (Bibliomed).  Segundo pesquisadores dinamarqueses, existe uma ligação entre alergias, ou doenças de hiper-sensibilidade, e a exposição das crianças a bactérias na hora do parto.  No parto vaginal, os bebês são expostos a um maior número de bactérias, o que os tornam mais resistentes.

Dr. Hans Bisgaard, da Universidade de Copenhague, que coordenou a pesquisa, diz que foi possível observar uma conexão direta entre o número de diferentes bactérias e a forma como as crianças vieram ao mundo. O estudo envolveu cerca de 400 crianças.

"A reduzida diversidade da microbiota intestinal durante a infância está associada com um aumento do risco de doenças alérgicas na idade escolar," afirma o pesquisador. Nas crianças com maior diversidade bacteriana, esse risco diminui, e quanto maior a diversidade, menor é o risco.
"Então faz diferença se o bebê nasceu por parto normal, encontrando as primeiras bactérias de sua mãe, ou por cesárea, que expõe o recém-nascido a uma quantidade menor de bactérias, e bactérias totalmente diferentes. Pode ser por isso que muito mais crianças nascidas por cesárea desenvolvem alergias," afirma Bisgaard.

Bisgaard ressalta que o risco de alergia está ligado uma variedade de bactérias, e o tempo em que o bebê é imunologicamente imaturo e pode ser afetado pelas bactérias é de poucos meses após o nascimento.

A tese da equipe de Compenhague reforça a teoria de que a limpeza excessiva pode afetar a saúde.

Fonte: Diário da Saúde, 04 de outubro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: