Publicidade

Notícias de saúde

Problemas cognitivos em jogadores aposentados de futebol americano

20 de julho de 2011 (Bibliomed).  Cientistas da University School of Medicine Stritch Chicago analisaram 513 jogadores de futebol americanos aposentados e concluíram que esses sofriam maior risco de transtorno cognitivo leve. Os voluntários tinham feito suas carreiras na National Footeball League (NFL).

“Encontramos uma taxa muito elevada de prejuízo cognitivo nos jogadores aposentados quando os comparamos com pessoas da mesma faixa etária e que não haviam praticado o esporte”, diz, Christopher Pandolph, neuropsicólogo responsável pelo estudo.

O transtorno cognitivo leve pode causar perda de memória, problemas na linguagem ou em outras funções mentais. Apesar de visíveis e serem identificados em testes, não chegam a interferir na vida diária dos pacientes. Contudo, pessoas com transtorno cognitivo leve têm mais chances para desenvolver a doença de Alzheimer.

O resultado do estudo mostra que 35% dos jogadores aposentados da NFL tiveram comprometimento cognitivo leve, e sugere que o traumatismo craniano repetitivo pode levar a danos no cérebro, aumentando os riscos de surgimento precoce de doenças degenerativas relacionadas à idade. "No entanto, seriam necessários estudos adicionais para confirmar isso", esclarece Randolph. "Então, por enquanto, esses estudos devem ser considerados como muito preliminares", completa.

Fonte: UPI, 19 de julho de 2011.

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: