Publicidade

Notícias de saúde

Farinha de uva reduz doenças relacionadas ao envelhecimento

12 de julho de 2011 (Bibliomed). Pesquisadores da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSPUSP) desenvolveram uma bebida a base de farinha de bagaço de uva que pode prevenir ou reduzir estresse oxidativo em mulheres. Esse provoca o envelhecimento precoce, doenças cardiovasculares e alguns tipos de cânceres.

A uva é rica em ácidos fenólicos, substância antioxidante que protege o organismo contra a ação dos radicais livres, responsáveis por estes tipos de doenças. A bebida, desenvolvida pelas pesquisadoras Marcela Monteiro e Elizabeth Torres, foi produzida a partir de um subproduto do suco de uva, utilizando a farinha do bagaço da fruta.

Essa farinha foi também desenvolvida pela USP em 2008, e é produzida a partir das cascas e sementes das uvas utilizadas para produção de suco concentrado. A bebida pesquisada por Torres e Monteiro é feita a partir do acréscimo de 4,8% de farinha em água, sendo a mistura homogeneizada por processo industrial, o que dá a ela uma aparência semelhante ao suco de açaí.

A bebida passou por testes de aceitabilidade, que mostraram seus potenciais de comercialização. A fase da pesquisa que envolveu a análise de seus efeitos sobre a saúde contou 15 mulheres jovens e saudáveis divididas em dois grupos. Ao longo do estudo, que durou 45 dias, o primeiro grupo consumiu a bebida com a farinha nos 15 primeiros dias, nos 15 seguintes não ingeriu nenhum produto que continha uva, e nos 15 últimos dias tomou um suco de uva em pó industrializado. O segundo grupos intercalou suco industrializado, nada e a bebida a base de farinha.

Os resultados basearam-se na análise do sangue das participantes coletados antes do início do processo e ao final de cada fase da pesquisa e mostraram não haver nenhuma modificação significativa após a ingestão do suco industrializado em relação à amostra controle de sangue. No período em que consumiam a bebida a base de farinha, notou-se uma melhora significativa na capacidade antioxidante.

Fonte: Diário da Saúde, 11 de julho de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: