Publicidade

Notícias de saúde

Sexo seguro é menos frequente em relacionamentos homossexuais estáveis

03 de junho de 2011 (Bibliomed). Pesquisadores da Northwestern University Feinberg School of Medicine fizeram um estudo de dois anos envolvendo 122 homens homossexuais entre 16 e 20 anos. A pesquisa mostrou que a maioria dos homens nesse grupo pratica o sexo seguro em relacionamentos casuais, mas não em relacionamentos sérios.

De acordo com o autor do estudo Brian Mustanski, 80% dos jovens homens homossexuais não sabem que são HIV positivos por não fazerem o teste com a frequencia que deveriam. Assim, o uso da camisinha é fundamental até mesmo em relacionamentos sérios para que não haja a transmissão do vírus.

“Estar em um relacionamento sério traz um número de benefícios mentais e físicos, mas também pode aumentar comportamentos que te colocam em risco de transmissão do HIV. Homens que acreditam que um relacionamento é sério erroneamente pensam que eles não precisam se proteger”, afirma Mustanski.

O estudo acredita que programas de prevenção não devem se focar em pessoas que praticam o sexo casual, e sim em indivíduos que estão seriamente comprometidos.

Mustanski aconselha que ao começar um relacionamento a pessoa não se sinta confortável apenas pedindo o status de HIV do seu parceiro. “Ao invés disso, as duas pessoas em um relacionamento sério e monogâmico devem receber pelo menos dois testes de HIV antes de decidirem parar de usar camisinhas”.

A pesquisa foi publicada no periódico Health Psychology.

Fonte: UPI 1 de junho de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: