Publicidade

Notícias de saúde

Pessoas com artrite têm pior qualidade de vida

02 de maio de 2011 (Bibliomed). Portadores de artrite têm pior qualidade de vida, tanto na saúde física quanto na emocional, do que pessoas saudáveis, aponta estudo publicado na Arthritis Care & Research. Segundo o American College of Rheumatology (ACR), com o aumento da expectativa de vida os casos da doença tendem a aumentar, e com eles os gastos para os sistemas públicos de saúde.

Dados do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) mostram que, nos Estados Unidos, aproximadamente 50 milhões de pessoas sofrem com a doença, número que deve aumentar para 67 milhões até 2030.

A artrite é também a causa mais comum de deficiência nos EUA, atingindo 19 milhões de indivíduos e impossibilitando mais de 8 milhões de americanos em idade produtiva.

De acordo com estudos anteriores, são 44 milhões de consultas ambulatoriais para artrite, cerca de um milhão de internações e mais de US $ 128 bilhões em despesas médicas e lucros cessantes em os EUA anualmente.

A pesquisa durou três anos e envolveu mais de um milhão de pessoas. Os resultados mostraram que 27% dos entrevistados relataram com artrite saúde justa ou pobre em comparação com 12% dos sem artrite. O número médio de dias fisicamente saudáveis (7 vs.3), mentalmente dias insalubres (5 vs.3), o total de dias insalubres (10 versículo 5), e os dias de atividade limitada (4 vs.1) foi maior para indivíduos com artrite do que para aqueles sem.

Aqueles com artrite que sofreram limitações às atividades normais relataram pior qualidade de vida que os indivíduos sem restrições relacionados com a artrite

Fonte: EurekAlert, 28 de abril de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: