Publicidade

Notícias de saúde

Tranças podem aumentar queda de cabelo

14 de abril de 2011 (Bibliomed). Alguns penteados podem provocar queda de cabelo e até mesmo calvície, é o que sugere estudo publicado no Archives of Dermatology. Muito utilizadas por mulheres negras, as tranças que começam desde a raiz e se estendem por toda extensão do cabelo, podem provocar a perda centrífuga central cicatricial alopecia, que centra-se no vértice (coroa) do couro cabeludo e se espalha perifericamente.

"Todo penteado que faz muita tensão e tração sobre os cabelos, como trança de cabelos artificiais, pode eventualmente conduzir à perda de cabelo", diz a autora do estudo Angela Kyei, dermatologista da Clínica Cleveland em Cleveland, Ohio.

A dermatologista aconselha àqueles que desejam colocar tranças, em especial as artificiais, no cabelo, a procurar um dermatologista para saber dos riscos e quais cuidados devem ser tomados para não prejudicar o couro cabeludo.

O estudo incluiu 326 mulheres afro-americanas que responderam a um questionário sobre os tratamentos que utilizam nos cabelos, estado de saúde, e outras informações demográficas. Dermatologistas então realizaram uma análise do couro cabeludo para detectar o grau da queda de cabelo.

Os resultados mostraram que 60% das participantes apresentavam sinais de perda de cabelo avançado central com cicatrizes. As mulheres também foram mais propensas a ter diabetes do tipo 2 e infecções bacterianas no couro cabeludo. Segundo a pesquisadora, o aumento do diabetes tipo dois está relacionado à teoria de que ele pode ser influenciado, também, por fatores metabólicos.  

Kyei sugere que a procura por tranças artificiais tem fatores culturais, já que a aceitação de seus próprios cabelos pelas mulheres afro-americanas é difícil, sendo que outros tratamentos podem ter custos mais elevados e durarem por menos tempo.

"A queda de cabelo é permanente, o que significa que podemos injetar esteróides ou cremes, mas não vai trazer o cabelo de volta, por isso é muito importante procurar ajuda com dermatologistas cedo", diz Kyei.

Fonte: WebMD, 11 de abril de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: