Publicidade

Notícias de saúde

Programa Quer Incentivar Teste de Aids nos EUA

WASHINGTON (Reuters) - Uma programa comunitário que recruta pessoas infectadas com o vírus causador da Aids para ajudar na luta contra a doença, convidando amigos e familiares a realizar exames de HIV será lançado em clínicas dos Estados Unidos, afirmaram autoridades de saúde esta semana.

O programa, chamado "Living4Life" (algo como vivendo para a vida) baseia-se no incentivo e no aconselhamento para encorajar pessoas a fazer o teste de HIV.

"O 'Living4Life' atrai as pessoas mais importantes na luta contra o HIV/Aids -- médicos, pacientes e pessoas sob risco", disse Wilbert Jordan, médico que desenvolveu o programa em sua clínica de Aids, em Los Angeles.

Segundo Jordan, dentro do programa, 86 por cento das pessoas que procuraram a clínica por incentivo de amigos ou familiares nunca haviam realizado testes de HIV antes. Cerca de metade das pessoas que foram testadas teve resultado positivo.

O ministro da Saúde norte-americano, David Satcher, disse que fazer com que as pessoas tenham consciência de que estão infectadas poderia ajudar a conter a disseminação da Aids.

"Cerca de 30 por cento de pessoas que são HIV positivo não sabem de sua condição e muitas mais sabem, mas não fazem tratamento", disse Satcher, durante coletiva de imprensa de lançamento do programa.

"O risco de pessoas com HIV que transmitem a doença sem saber a outras pessoas é muito alto. O 'Living4Life' é um programa importante que oferece a oportunidade de ajudar a conter a disseminação e o impacto da Aids", afirmou o ministro.

Dentro do programa, médicos em comunidades de alto risco irão pedir aos pacientes infectados com HIV que incentivem seus amigos, colegas ou familiares a ir às clínicas para aconselhamento ou realização de testes, gratuitamente.

O novo programa será implantado em dez clínicas do país, com financiamento da Glaxo-Wellcome, que produz diversas drogas usadas no tratamento da infecção com HIV.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estimam que aproximadamente de 650.000 a 900.000 norte-americanos estão infectados com o HIV, com mais de 40.000 infectados a cada ano.

Os negros correspondem à maioria dos infectados. Do número total de infecções com HIV relatadas aos CDC até o final de 1999, mais de 52 por cento eram negros, 38 por cento, brancos e 7 por cento, hispânicos.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: