Publicidade

Notícias de saúde

Consumo excessivo de queijo pode aumentar risco de câncer de bexiga

17 de fevereiro de 2011 (Bibliomed). Presente nas dietas de várias partes do mundo, o queijo é um alimento rico em cálcio, fósforo e proteínas. Estima-se que nos Estados Unidos o consumo chegue a 30 quilos anuais por pessoa. Mas, aos amantes do queijo uma má notícia: estudo publicado no European Journal of Cancer aponta que o consumo excessivo do alimento pode aumentar a possibilidade de câncer na bexiga.

Segundo os pesquisadores, as pessoas que consomem mais de 53 gramas de queijo por dia, o equivalente a uma barra pequena de chocolate, têm 50% mais chances de desenvolver essa forma de câncer. Pessoas que consomem quantidades menores não correm o risco.

Analisando os hábitos alimentares de 586 mulheres, sendo 200 diagnosticadas com câncer de bexiga e as outras saudáveis, os pesquisadores concluíram que o consumo diário inferior a 53 gramas não aumentavam a propensão a desenvolvimento de tumores.

O leite também apresentou potencial fator de risco, mas os resultados não foram estatisticamente significativos. Por outro lado, a pesquisa apontou que o consumo de uma porção de azeite diária reduz as chances de desenvolver a doença em 50%.

Foram analisados também outros alimentos, como peixes, frango, ovos e margarina, mas esses apresentaram resultados pouco significativos. Para os pesquisadores, dietas ricas em gorduras podem explicar porque as maiores taxas de câncer de bexigas estão nas populações ocidentais.

Fonte: European Journal of Cancer, 15 de fevereiro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: