Publicidade

Notícias de saúde

Um quarto das mulheres pode ter incontinência urinária, diz especialista

08 de setembro de 2010 (Bibliomed). Aproximadamente 25% das mulheres sofrem de incontinência urinária em algum momento da vida, segundo especialistas do Dhaka Medical College, em Bangladesh. Entretanto, de acordo com o urologista Baldev Singh Aulakh - em entrevista ao jornal The Times of Índia -, a maioria das mulheres não procura tratamento por causa do estigma social, de fatores socioeconômicos ou por não terem consciência de que esse problema necessita de tratamento.

Os especialistas explicam que o problema do “vazamento” de urina atravessa gerações e afeta principalmente as mulheres - desde atletas a sedentárias, mães e mulheres sem filhos, jovens e idosas. Entre as mulheres, as mais afetadas, segundo pesquisas são aquelas que já passaram pela menopausa - estima-se que mais da metade das mulheres com idades entre 45 e 65 anos tenham algum episódio de perda involuntária de urina. E, entre os homens, dores lombares, lesões ou problemas de próstata são alguns dos fatores que causam a perda involuntária de urina, segundo os especialistas.

A incontinência é dividida em duas categorias principais, segundo o médico. A mais comum é chamada de incontinência urinária de esforço, e ocorre quando o esfíncter da bexiga cede à pressão e uma pequena quantidade de urina escapa com o esforço físico; em casos mais graves, ele pode ocorrer com a caminhada ou quando a pessoa se levanta. O segundo caso é chamado de incontinência de urgência, e acontece quando a vontade de urinar se torna irresistível e a perda ocorre antes de a pessoa conseguir chegar ao banheiro.

O diagnóstico de incontinência será feito pelo urologista através do relato do paciente, e alguns exames serão úteis para se identificar as possíveis causas. E o tratamento pode ser realizado com o uso de medicamento, fisioterapia, cirurgia ou uma combinação entre essas modalidades. De acordo com especialistas, o tratamento mais adequado para cada caso irá depender do tipo de incontinência urinária e da condição médica subjacente.

Fonte: The Times of India. 03 de setembro de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: