Publicidade

Notícias de saúde

Refluxo é mais comum em crianças acima do peso, indica estudo

12 de julho de 2010 (Bibliomed). Assim como ocorre nos adultos, a obesidade pode aumentar os riscos de as crianças sofrerem de refluxo gastroesofágico - doença marcada pelo retorno do conteúdo ácido do estômago pelo esôfago. A análise de relatórios médicos de mais de 690 mil crianças, realizada nos Estados Unidos, indicou que as crianças obesas têm de 30% a 40% maior risco de ter o problema, comparadas àquelas que apresentam peso considerado normal.

“A obesidade infantil é uma questão extremamente séria. Nosso estudo acrescenta mais um risco à já extensa lista de riscos associados à obesidade extrema na infância”, destacou Corinna Koebnick, do centro de pesquisas Kaiser Permanente, em artigo recentemente publicado no International Journal of Pediatric Obesity. A obesidade infantil triplicou nas últimas décadas, com uma em cinco crianças, atualmente, apresentando o problema, comparado com uma em 20 crianças há três décadas. E, como resultado, muitos outros problemas estão em crescimento, como pressão alta, diabetes e apneia do sono. Por sua vez, o refluxo atinge de 8% a 25% das crianças.

Com a análise, os pesquisadores descobriram que crianças com mais de seis anos e os adolescentes com obesidade moderada ou severa tinham um aumento significativo nos riscos de ter refluxo, o que não ocorria com crianças menores. Esses resultados apoiam as evidências de uma pesquisa anterior, que indicou que crianças com sobrepeso ou obesidade seriam de cinco a 10 vezes mais propensas a ter sintomas de refluxo do que aquelas de peso normal. E entre 25% e 30% das crianças do estudo apresentavam os sintomas.

O gastroenterologista Marek Lukacik destaca que tem observado um crescimento drástico de casos de crianças com refluxo nos últimos anos. “Quando vejo pacientes obesos com outras queixas, pergunto sobre sintomas de refluxo gastroesofágico, e eles frequentemente os apresentam”, escreveu o pesquisador, acrescentando que o problema pode aumentar os riscos de câncer de esôfago. “Adultos com refluxo gastroesofágico podem ter câncer de esôfago aos 70 anos, mas um (paciente) com 10 anos de idade que apresenta refluxo pode estar em risco muito mais cedo”, alertou.

Fonte: International Journal of Pediatric Obesity. Junho de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: