Publicidade

Notícias de saúde

Região Sul tem maior incidência de câncer de próstata do Brasil

01 de junho de 2010 (Bibliomed).  Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) mostram que a Região Sul do Brasil tem a maior incidência de câncer de próstata do país. As estimativa para o ano de 2010 é de 67.08 casos para cada 100.000 habitantes na região Sul. O câncer de próstata é uma doença que atinge a glândula do sistema reprodutor masculino e ocorre quando as células sofrem mutações e se multiplicam sem controle. E é o segundo tipo de câncer mais comum no país, atrás apenas do câncer de pele.

Entre as formas de tratamento do câncer de próstata estão a cirurgia e a radioterapia. Nos casos avançados, as opções são de terapia hormonal, quimioterapia ou a combinação entre os vários tratamentos. “Para cada paciente é indicado um tipo específico de tratamento. Afinal, a forma de tratar o câncer de próstata é avaliada de acordo com inúmeras variáveis”, explica o urologista André Matos de Oliveira, do Centro de Oncologia do Paraná. Uma nova opção menos agressiva indicada pelo especialista é a prostatectomia radical perineal - realizada com pequena incisão na região entre o ânus e a bolsa escrotal, e a retirada completa da próstata doente.

O médico destaca que o mais importante é entender que, quanto mais cedo diagnosticado, mais fácil é o tratamento do câncer de próstata e maior as chances de cura. “Para isso, basta visitar o urologista com periodicidade mínima de um ano a partir dos 45 anos e realizar os procedimentos que detectam a doença, como o exame clínico (toque retal) e a monitoração de exames de sangue por meio do teste PSA, antígeno prostático que, estando alterado, pode sugerir o câncer da próstata”.

Consciência

Apesar muito comum, esse tipo de câncer ainda é um mito para os homens. De acordo com o especialista, quando a doença gera sintomas como dificuldade para urinar ou sangue na urina, geralmente, já está em grau avançado e sem possibilidade de cura. “Hoje em dia, os homens estão mais conscientes e cada vez mais têm buscado a prevenção do câncer da próstata. É importante reforçar que, se diagnosticado precocemente, o câncer de próstata poder ser tratado de forma menos nociva, bem como evitar a proliferação do tumor por meio de metástases, que podem, inclusive, afetar os ossos e o sistema linfático”, explica André Matos. Já para homens que contam com histórico familiar de câncer de próstata, os especialistas recomendam procurar um especialista a partir dos 40 anos de idade.

Fonte: Lide Multimídia - Assessoria de Imprensa. 01 de junho de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: