Publicidade

Notícias de saúde

Pesquisa associa tempo frio e seco à maior incidência de câncer de próstata

22 de abril de 2010 (Bibliomed). Um estudo recente da Universidade do Estado do Idaho, nos Estados Unidos, indica que o tempo frio e seco pode estar associado a uma maior incidência de câncer de próstata. Em artigo publicado esta semana no International Journal of Health Geographics, os especialistas destacam que a avaliação, em nível nacional, da incidência da doença e dos padrões do tempo nos EUA indicou que regiões e períodos mais frios e com menos chuvas estão fortemente associados ao câncer de próstata.

“Embora não possamos dizer exatamente porque, esta correlação existe”, disse a pesquisadora Sophie St-Hilaire. “As tendências são consistentes com o que esperávamos, dado os efeitos do clima sobre a deposição, absorção e degradação de poluentes orgânicos, incluindo pesticidas”, acrescentou. De acordo com os especialistas, o tempo frio retarda a degradação desses poluentes - que desregulam o sistema endócrino e são associados, por muitas pesquisas, ao desenvolvimento do câncer de próstata.

Outro fator apontado pelos pesquisadores como possível razão para a maior incidência de câncer de próstata nas latitudes mais ao norte - onde é mais frio - foi os menores níveis de vitamina D nessa população. “Nosso estudo sugere que, além à deficiência de vitamina D - associada com (menor) exposição à radiação ultravioleta -, outras condições meteorológicas podem afetar significativamente a incidência de câncer de próstata”, concluiu a pesquisadora, destacando, ainda, que mais estudos são necessários para confirmação dos resultados e para indicar quais os mecanismos implicados nessa relação.

Fonte: International Journal of Health Geografics. 21 de abril de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: