Publicidade

Notícias de saúde

Dieta Rica em Proteína Animal Afeta Puberdade de Meninas

NOVA YORK (Reuters) - As meninas que consomem dietas ricas em proteína animal e gordura podem estar apressando a puberdade e possivelmente aumentando os riscos de sofrer de doenças crônicas mais tarde, afirmaram pesquisadores.

A pesquisa mostrou que meninas com amadurecimento físico precoce podem ter risco maior de câncer no seio e ovário.

"A importância da associação potencial entre alguns desses fatores na adolescência e riscos de doenças na fase adulta é que podem ser modificados enquanto outros fatores de risco como histórico familiar da doença não são manejáveis com intervenções", conforme a equipe de Catherine S. Berkey, do Brigham and Women's Hospital e da Escola de Medicina de Harvard, em Boston (Massachusetts).

Para os autores, as descobertas publicadas na edição de setembro do American Journal of Epidemiology não sugerem que os pais devem modificar a dieta dos filhos para diminuir o risco de doenças, já que crianças pequenas precisam de proteínas adequadas e gordura para crescimento e desenvolvimento normais.

Para investigar a ligação entre dieta, crescimento e maturidade, os pesquisadores revisaram dados médicos e nutricionais em 67 mulheres brancas nascidas nas décadas de 30 e 40.

A análise revelou que meninas que consumiram mais proteína animal entre 3 e 5 anos de idade tiveram o primeiro período menstrual mais cedo que as meninas que consumiram quantidades maiores de proteína vegetal.

Da mesma forma, as meninas que tiveram consumo maior de gordura entre 1 e 2 anos de idade e meninas com consumo mais alto de proteína animal, entre 6 e 8 anos de idade, tiveram crescimento e "estirão" da adolescência precoce.

"Estas descobertas podem ter implicações relacionadas a doenças na fase adulta cujos riscos são associados a fatores de crescimento e desenvolvimento na adolescência", escreveram os pesquisadores.

Os autores observaram que a menstruação prematura é associada ao aumento do risco de câncer do seio, possivelmente devido a uma exposição maior ao hormônio estrogênio durante a vida. Por outro lado, a menstruação prematura também é associada a riscos mais baixos de osteosporose e aumento da massa óssea.

"Os atuais esforços de saúde pública para reduzir o consumo excessivo de gordura saturada, carne vermelha e calorias assim como para aumentar o consumo das crianças de frutas e vegetais pode, potencialmente, resultar na diminuição das taxas de câncer no seio e outros benefícios para saúde. Entretanto, os riscos de osteosporose e talvez de outras doenças podem aumentar", concluíram os pesquisadores.

OBS - Substitui modifiable por manejáveis - earlier adolescent growth spurts por crescimento e menstruação precoces. Spurts é jato, jorro, esguicho. Acho que usaram esta palavra como sinônimo para fluxo.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: