Publicidade

Notícias de saúde

Separação como Fator de Risco para o Suicídio

14 de agosto de 2009 (Bibliomed). Um estudo australiano, realizado em Queensland, investigou o impacto da separação conjugal no risco de suicídio de acordo com o sexo e a idade. Os autores, do Australian Institute for Suicide Research and Prevention e da Universidade de Queensland, avaliaram a hipótese de que a separação de um casal apresenta um risco para suicídio maior do que o divórcio.

Na pesquisa, publicada na revista em seu número de agosto de 2009, a incidência de suicídio de acordo com estado conjugal, idade e sexo foi determinada através da comparação de dois amplos registros populacionais: Registered Marital Status e Social Marital Status, que permitiram discriminar o estado de "separado" com grande confiabilidade.

Durante o período de estudo houve uma média de 551 casos de suicídio por ano em QLD, quatro homens para cada mulher. Para ambos os sexos o risco de suicídio foi 4x maior após a separação, e particularmente alto para homens jovens entre 15 e 24 anos (RR 91,62).

A conclusão é de que os fatores de sexo, idade e estado conjugal não devem ser avaliadas em separado, especialmente em homens jovens, entre os quais a separação parece estar fortemente associada com o suicídio.

Fonte: Journal of Affective Disorders. Volume 116, Issue 3, aug 2009. Pages 208-213

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: