Publicidade

Notícias de saúde

Dormir pouco pode aumentar o risco de desenvolver diabetes, diz estudo

13 de março de 2009 (Bibliomed). Pessoas que dormem menos de seis horas por noite parecem ter um maior risco de desenvolver intolerância à glicose de jejum, condição que pode levar ao diabetes tipo 2, segundo estudo apresentado esta semana na conferência anual da American Heart Association, nos Estados Unidos.

A análise de dados de 1455 pessoas acompanhadas por seis anos, indicou que aqueles que dormiam, em média, menos de seis horas por noite durante a semana tinham mais de 4,5 vezes maior chance de desenvolver intolerância à glicose de jejum, comparados com aqueles que dormiam de seis a oito horas. E não foi encontrada a mesma associação para os mais dorminhocos.

Embora o estudo não revele as razões de a falta de sono aumentar os riscos de diabetes, os pesquisadores acreditam que hormônios e o sistema nervoso podem estar envolvidos nessa relação.

“Enquanto estudos anteriores sugerem que pode haver muitos genes, com cada um tendo um efeito muito pequeno no risco de diabetes, não há predisposição genética conhecida para distúrbios do sono que poderia explicar os resultados do nosso estudo”, escreveu a pesquisadora Lisa Rafalson, da Universidade de Buffalo. “É mais provável que processos que envolvam hormônios e o sistema nervoso estejam envolvidos na associação problemas de sono/intolerância à glicose de jejum”, acrescentou.

Fonte: EurekAlert. Public release. 11 de março de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: