Publicidade

Notícias de saúde

Enxaquecas durante a gravidez aumentam o risco de derrame, diz estudo

12 de março de 2009 (Bibliomed). Mulheres que sofrem frequentes enxaquecas têm maior risco de sofrer derrames durante a gravidez, assim como doença cardíaca, pressão alta e formação de coágulos, segundo estudo da Universidade Wake Forest, nos Estados Unidos.

A pesquisa avaliou um banco de dados nacional com mais de 18 milhões de registros hospitalares entre os anos de 2000 e 2003, incluindo quase 34 mil casos de enxaqueca durante a gravidez. E indicou que mulheres que sofrem enxaquecas na gestação tinham 15 vezes maior risco de derrames, três vezes maior risco de formação de coágulos e duas vezes mais chances de ter doença cardíaca.

Segundo os autores, essas dores de cabeça ocorrem em até 26% das mulheres em idade reprodutiva, o que representa um motivo de preocupação em relação a problemas cardiovasculares; e em um terço das mulheres com idades entre 35 e 39 anos. Os casos seriam mais comuns em caucasianas com mais de 40 anos.

”Nessa grande amostra baseada na população de mulheres grávidas admitidas no hospital, houve uma forte relação entre enxaqueca periparto ativa e diagnósticos vasculares durante a gestação”, concluíram os autores. Porém eles destacaram que “porque esses dados não permitem a determinação de qual vem primeiro, a enxaqueca ou a condição vascular, mais estudos prospectivos de gestantes são necessários para explorar essa associação”.

Fonte: British Medical Journal. 10 de março de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: