Publicidade

Notícias de saúde

Músicas que falam de sexo podem levar ao início precoce da vida sexual, diz estudo

27 de fevereiro de 2009 (Bibliomed). Ouvir músicas que tenham letras com algum apelo sexual pode levar os adolescentes a começar sua vida sexual mais cedo, segundo estudo da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos. Em pesquisa com 711 adolescentes, os especialistas descobriram que aqueles que regularmente ouviam músicas com sentenças com conteúdo sexual explícito e agressivo eram duas vezes mais propensos a já terem tido relações sexuais.

Os autores não divulgaram os nomes das músicas associadas a esse comportamento, mas destacaram, em artigo publicado na revista American Journal of Preventative Medicine, que as letras descrevem o sexo mais como um ato físico, ligando-o ao poder – características comuns de músicas do rap americano e do funk carioca.

A análise dos hábitos de ouvir música e do comportamento sexual de jovens com idades entre 13 e 18 anos indicou que 45% dos participantes que escutavam regularmente (mais de 17 horas por semana) esse tipo de música com apelo sexual já haviam tido relações sexuais, contra apenas 21% daqueles que ouviam essas músicas com pouca ou nenhuma frequência.

Apesar de acreditarem ser simplista demais associar diretamente música ao comportamento, os pesquisadores destacam que o ambiente cultural cumpre um papel nesse sentido, e recomendam que os pais conversem seriamente com seus filhos sobre sexo, colocando as letras dessas músicas em contexto.

Fonte: BBC News. 24 de fevereiro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: