Publicidade

Notícias de saúde

Ansiedade e depressão são mais comuns entre os diabéticos, diz estudo

25 de fevereiro de 2009 (Bibliomed). A prevalência de ansiedade e depressão é muito maior em pacientes com diabetes, comparada com a da população geral, segundo estudo publicado na edição de fevereiro da revista Diabetic Medicine. Baseados nos resultados, os autores sugerem que os diabéticos devem ser triados para esses problemas e receberem o tratamento adequado para melhorar sua qualidade de vida.

Para identificar a prevalência e os principais determinantes dos sintomas de ansiedade e depressão em diabéticos, os pesquisadores do University College Cork, na Irlanda, avaliaram mais de duas mil pessoas com diabetes tipo 1 e 2, selecionados de diferentes modelos de tratamento.

As análises indicaram altos níveis de sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com diabetes. Aproximadamente 32% dos pacientes apresentaram ansiedade de leve a grave na escala utilizada, e mais de 22% dos diabéticos tinham depressão.

Os resultados mostraram também que as complicações do diabetes, o hábito de fumar, a incerteza quanto ao controle glicêmico e o consumo excessivo de álcool seriam fatores de risco para altas pontuações na escala de ansiedade e de depressão. E um status socioeconômico alto e idade avançada seriam fatores protetores para um menor índice desses problemas.

“Esses dados servem como referência para a prevalência de sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com diabetes”, concluíram os autores, destacando que os diabéticos devem ser acompanhados de perto em relação a esses problemas de saúde mental.

Fonte: Diabetic Medicine. Fevereiro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: