Publicidade

Notícias de saúde

Células-tronco podem explicar porque ter filhos mais cedo protege contra câncer de mama

22 de setembro de 2008 (Bibliomed). Estudos recentes indicam que mulheres que têm filhos mais cedo correm menos risco de desenvolver câncer de mama, embora os mecanismos por trás desse efeito ainda permaneçam desconhecidos. Agora, cientistas da Baylor College of Medicine, nos Estados Unidos, descobriram que a resposta pode estar na redução da quantidade de células-tronco nos animais após o parto.

De acordo com os pesquisadores, mulheres que têm filhos antes dos 30 anos de idade reduzem suas chances de ter câncer de mama. Porém a redução mais drástica no risco ocorre com a primeira gravidez antes dos 24 anos.

Em testes com ratos, os cientistas observaram que aquelas que haviam tido filhotes quando tinham uma idade equivalente à de jovens mulheres apresentavam metade do número de células-tronco na mama em relação àquelas que nunca tiveram filhotes – uma a cada 5 mil células mamárias, e uma a cada 2,5 mil, respectivamente.

Apesar do estudo não explicar porque a quantidade de células-tronco influi no risco de câncer de mama, os pesquisadores teorizam que, como essas células têm vida longa, “elas podem, assim, acumular mais mutações e são provavelmente as mais suscetíveis a dar origem ao câncer de mama”. Dessa forma, quanto mais células-troco, maiores as chances de ter a doença.

A descoberta traz esperança para o combate ao câncer de mama, apesar de ainda haver um longo caminho a percorrer até que ela possa ser aplicada. “Se pudermos descobrir os mecanismos por trás disso, desenvolveríamos uma pílula que poderíamos oferecer a jovens mulheres no ensino médio e na faculdade que iria significativamente reduzir os riscos de câncer de mama”, destacou o pesquisador Yi Li, líder do estudo.

Fonte: EurekAlert. Public release. 16 de setembro de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: