Publicidade

Notícias de saúde

Comer peixes pode proteger contra doenças cardiovasculares, diz estudo

12 de setembro de 2008 (Bibliomed). O consumo de peixes pode ter um efeito protetor contra doenças cardiovasculares, principalmente contra insuficiência cardíaca, segundo estudo japonês publicado recentemente no “Journal of the Americam College of Cardiology”. Na pesquisa, especialistas de universidades japonesas descobriram uma relação inversa entre a ingestão de peixes e ômega-3 e a mortalidade por causa cardiovascular.

Os ácidos graxos ômega-3 são um tipo de gordura poliinsaturada encontrada principalmente em peixes de águas profundas e frias, como salmão, atum, bacalhau, arenque, cavalinha, sardinha, truta; em óleos de peixe; e em semente e óleo de linhaça. Muitos estudos têm indicado os benefícios do nutriente principalmente para os sistemas cardiovascular e nervoso.

Para avaliar o efeito da ingestão de ômega-3 nos riscos de mortalidade por doença cardíaca isquêmica, parada cardíaca, insuficiência cardíaca, derrame e doença cardiovascular total, os pesquisadores examinaram quase 58 mil japoneses, acompanhando-os por uma média de 12 anos.

E as análises mostraram que aqueles com maior consumo de peixes e ômega-3 total tinham 18% a 19% menor risco de morte por doença cardiovascular. O efeito protetor era ainda maior com relação à insuficiência cardíaca – os 20% com maior consumo de peixes tinha 24% menor risco em relação aos 20% com menor ingestão; e o maior consumo de ômega-3 foi associado a 42% menor risco de morte por insuficiência cardíaca.

Fonte: Journal of the Americam College of Cardiology. 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: