Publicidade

Notícias de saúde

Efeitos da reutilização da água para consumo sobre a saúde

14 de fevereiro de 2008 (Bibliomed). A água representa cerca de 60% do peso corporal nos homens e 50% no sexo feminino, considerando-se indivíduos na idade adulta. É essencial para harmonia do funcionamento corpóreo, sendo sua ingestão diária em quantidades apreciáveis altamente recomendada para manutenção de uma boa saúde. Diante da iminente carência global de água adequada para consumo humano as atenções vêm se voltando para a reciclagem deste elemento, conforme assinala uma pesquisadora australiana da Monash University que publicou um estudo na revista Australian Family Physician em Dezembro de 2007.

Os programas de reciclagem costumam envolver a geração de dois tipos de água, sendo uma indicada para ingestão humana e preparação de alimentos e outra para uso doméstico geral, como nas práticas de limpeza, e industrial. Muitos questionamentos são direcionados quanto a qualidade da água reciclada destinada ao consumo pelas pessoas. O número de micróbios encontrados neste tipo de água costuma ser superior ao verificado na água não reciclada, fato que traz danos potenciais à saúde. Da mesma forma, o processo de reciclagem deste elemento pode culminar em contaminação com substâncias cancerígenas, metais pesados e radiações.

Outro ponto de questionamento paira sobre a efetividade da fiscalização e vigilância no processo de reciclagem da água. Com isso, conclui-se que a idéia de reutilização da água é bastante salutar diante da sua possível carência em escala global daqui a alguns anos. Entretanto, deve ser garantida a qualidade da água para utilização humana, de forma que esta não seja uma fonte de enfermidades.

Fonte: Australian Family Physician 2007; 36 (12): 998 – 1000

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: