Publicidade

Notícias de saúde

Trauma psicológico provoca distúrbio do sono

31 de dezembro de 2007 (Bibliomed). O transtorno de estresse pós-traumático é uma enfermidade psiquiátrica, que surge após a exposição a situações de gravidade extrema, tais como assaltos, seqüestros, catástrofes e acidentes. O portador do distúrbio passa a reviver mentalmente a situação que causou o estress, fato que limita significativamente suas relações familiares e sociais, com claros prejuízos na sua qualidade de vida. O medo de novas exposições, a eventos que coloquem em risco a vida do doente, faz com que ele se limite a executar tarefas somente em locais onde se sinta extremamente seguro.

O transtorno de estresse pós-traumático, sobretudo em suas fases precoces, está associado a alterações nos estágios normais do sono, segundo demonstram investigadores norte americanos da Howard University, que publicaram uma pesquisa na revista Journal of Traumatic Stress. Estes achados foram obtidos através da avaliação de 35 pacientes vítimas de trauma psíquico, que desencadeou sintomas de estresse pós-traumático, os quais se submeteram a estudos polissonográficos, no primeiro mês de identificação do transtorno.

Os resultados divulgados revelaram que a insônia é uma manifestação comum, em doentes com estresse pós-traumático, e sua gravidade eleva-se no primeiro mês após o evento. Acredita-se que existe uma interferência de sintomas subjetivos, na harmonia dos estágios do sono, culminando em piora de sua qualidade.

Indivíduos portadores de transtorno de estresse pós-traumático merecem ser abordados, quanto á sua qualidade do sono, a fim de que estes distúrbios possam ser precocemente identificados e adequadamente tratados.

Fonte: J Trauma Stress. 2007; 20 (5): 893 – 901.

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: