Publicidade

Notícias de saúde

Hemodiálise noturna: menos danos ao coração e à qualidade de vida

23 de outubro de 2007 (Bibliomed). O Journal of the American Medical Association (JAMA) no mês de setembro publicou os resultados de um estudo a respeito dos efeitos da hemodiálise noturna sobre o coração e a qualidade de vida, comparativamente às técnicas tradicionais.

Conforme os pesquisadores, a realização de hemodiálise está associada a altas taxas de mortalidade, além de provocar alterações importantes na qualidade de vida dos indivíduos que dela necessitam. Dessa forma, a convencional técnica de hemodiálise, na qual o paciente é submetido a pelo menos 3 sessões semanais foi comparada com a hemodiálise noturna, realizada 6 vezes por semana.

Os investigadores analisaram os efeitos das duas técnicas de hemodiálise sobre o músculo cardíaco através de estudos de ressonância magnética, bem como sobre a pressão sangüínea, metabolismo mineral, qualidade de vida e uso de medicamentos.

A realização da hemodiálise noturna 6 vezes por semana demonstrou resultados benéficos comparativamente à técnica tradicional. Além disso, parece promover melhores efeitos sobre os rins e secundariamente à qualidade de vida, apesar dessa última não diferir significativamente do modo convencional. Quando analisado o metabolismo mineral, notou-se que a hemodiálise noturna permite sua melhor realização, influenciando positivamente na pressão arterial e até reduzindo a necessidade da utilização de medicamentos anti-hipertensivos.

Frente a esses achados, os pesquisadores afirmam que os efeitos da realização de hemodiálise noturna sobre o organismo e a qualidade de vida do paciente são realmente superiores aos da hemodiálise convencional, devendo, quando possível, ser incentivada e empregada.

Fonte: Journal of the American Medical Association; 298 (11): 1291 – 1299 (September 2007)

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: