Publicidade

Notícias de saúde

Circuncisão poderia levar a um melhor desempenho sexual?

28 de junho de 2007 (Bibliomed). A circuncisão, um ato realizado preferencialmente entre o povo judeu, consiste na retirada do prepúcio (pele que recobre a glande - extremidade distal do pênis), sendo feita em meninos recém-nascidos.

A crendice popular considera que aqueles que são circuncidados, apresentam pior desempenho sexual comparativamente aos não – circuncidados, devido à idéia de que a circuncisão provocaria uma diminuição da sensibilidade do pênis.

Interessados em esclarecer tal fato, pesquisadores da Universidade de Nevada, EUA, desenvolveram um estudo para avaliar se realmente haveria diferenças, quanto a sensibilidade peniana e a capacidade de estimulação e excitação sexual, entre homens circuncidados e não circuncidados. Os resultados foram lançados no Journal of Sexual Medicine, de maio deste ano.

Foram selecionados 20 homens circuncidados e 20 não circuncidados, que foram subdivididos de acordo com a idade. Todos foram submetidos a testes de sensibilidade na região genital e não genital, além de avaliação quanto à resposta a estímulos eróticos a partir de filmes. A excitação foi mensurada a partir da visualização de imagens térmicas do pênis.

Os resultados encontrados demonstraram que não existem diferenças significativas, entre os homens circuncidados e não circuncidados, quanto à sensação e estímulo sexual, o que desmente o mito popular a respeito da circuncisão.

Fonte: The Journal of Sexual Medicine; 4 (3): 667 – 674 (8) (May 2007)

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: