Publicidade

Notícias de saúde

Trauma psicológico pode aumentar a pressão

28 de fevereiro de 2007 (Bibliomed). O transtorno de estresse pós-traumático é um distúrbio psíquico caracterizado por sintomas de ansiedade, sendo que o indivíduo doente costuma reviver, nas mais variadas situações, todo o evento que desencadeou a doença. Este distúrbio tem se tornado cada vez mais comum, graças ao aumento da violência e a ocorrência freqüente de catástrofes, situações que expõem as pessoas a um estresse emocional intenso e podem gerar seqüelas psíquicas graves.

Diante da ocorrência de um evento traumático grave, podem ser desencadeados transtornos psíquicos não só naqueles que tiveram participação direta no evento, mas também nos familiares dos envolvidos. Mas quais seriam as repercussões que os distúrbios psíquicos, como o estresse pós-traumático, gerariam nos familiares das vítimas?

Com o intuito de esclarecer este tema, um grupo de pesquisadores europeus escreveu um estudo na revista American Journal of Epidemiology, em 2007. O estudo procurou avaliar se os pais de adolescentes, que foram vítimas de um grave incêndio, estariam sob maior risco de desenvolver pressão alta, em relação a outras pessoas.

Após quatro anos verificou-se que o risco de surgimento de pressão alta foi 1,5 vezes maior dentre os pais, cujos filhos adolescentes foram vitimizados pelo incêndio, em comparação com o restante da população.

Dessa forma, os autores concluem que este grupo de pessoas, que sofreram estresse emocional decorrente de evento traumático grave, deve ser adequadamente acompanhado, visando se detectar precocemente, possíveis complicações, tal como a pressão alta.

Fonte: American Journal of Epidemiology 2007; 165 (4): 410 – 417. doi:10.1093/aje/kwk029

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: