Publicidade

Notícias de saúde

Exercício Pode Ajudar a Aliviar Fadiga Crônica

NOVA YORK (Reuters Health) - Por definição, a síndrome da fadiga crônica rouba energia das atividades diárias das pessoas. Mas pesquisadores do Reino Unido afirmam que a falta de atividade instala um "círculo vicioso" no qual os pacientes continuam deteriorando-se, a não ser que façam algum exercício.

Em testes de exercício feitos por 66 homens e mulheres com síndrome da fadiga crônica (CFS), os pesquisadores verificaram que eles eram mais fracos que 30 adultos saudáveis, mas sedentários. Os pacientes com a síndrome também cansaram mais rápido que um grupo de 15 pessoas com depressão.

Conforme Peter D. White e sua colega Kathy Fulcher, do Hospital St.Batholomew, em Londres, essa fraqueza é uma consequência da síndrome e também a causa da sua permanência nessas pessoas. Eles divulgaram os resultados do estudo no na edição de setembro do Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry.

A CFS é caracterizada por uma série de sintomas que inclui dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, glândulas inchadas e cansaço debilitante. Os sintomas geralmente aparecem de repente, mas a característica marcante da síndrome é a persistência dos seus sintomas.

Tratamentos específicos para a CFS permanecem indefinidos, mas os pesquisadores verificaram em estudo anterior que três meses de exercícios graduais e supervisionados ajudaram um grupo de pacientes a recuperar um pouco a força e lutar contra a exaustão constante.

No atual estudo, os pesquisadores confirmaram que os pacientes com CFS têm uma baixa capacidade de exercício e fraqueza muscular maior até que pessoas sedentárias e deprimidas.

Conforme os autores, isto pode ser resultado do mau condicionamento físico causado por inatividade. Um plano de exercício pode ajudar, afirmaram.

Em um editorial que acompanha o estudo, Russel Lane, da Escola de Medicina do Imperial College, em Londres, informou que o "descondicionamento" físico pode ser um fator importante no curso do CFS, mas as últimas descobertas também sugerem que a síndrome envolve uma forma de degeneração muscular. Lane nota que a terapia de exercício vem se tornando um tratamento cada vez mais importante.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: